Cadê a benzetacil? Remédio está em falta nas farmácias; sífilis é um dos motivos

salvador
13.01.2019, 04:58:00
(Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Cadê a benzetacil? Remédio está em falta nas farmácias; sífilis é um dos motivos

CORREIO percorreu 50 farmácias de Salvador e só tinha o medicamento em duas

Ir para a escola, andar de bicicleta, sair com os amigos e, a cada 21 dias, tomar uma injeção de Benzetacil. Essa é a rotina do estudante de Seabra, Luan Ferreira Mendes, 18, que faz uso do remédio desde os 12 anos e deve continuar com o medicamento até os 35. O problema é que a medicação, única maneira de tratar a sua febre reumática, está em falta nas farmácias baianas. 

Em Salvador, por exemplo, o CORREIO percorreu 50 drogarias de 18 diferentes redes, em 11 bairros - ao longo desta semana, e encontrou o remédio em apenas duas delas: Multmais, da Boca do Rio, e na Farma Rio Vermelho, localizada no bairro de mesmo nome. Em outras quatro, foi possível achar o Bepeben, produto similar, fabricado a partir da mesma substância. Em alguns estabelecimentos, os farmacêuticos informaram que o fornecimento da droga está irregular. 

O levantamento do CORREIO foi feito em farmácias do Canela, Boca do Rio, Imbuí, Cabula, Narandiba, Brotas, Engenho Velho de Brotas, Costa Azul, Pituba, Rio Vermelho e Barra. 

A farmácia Extrafarma, em Brotas, aberta há um ano, nunca conseguiu receber o medicamento. “Nós já fizemos o pedido pelo medicamento mais de 10 vezes, mas sempre temos a resposta de que está em falta no distribuidor”, conta a farmacêutica Lohana Soares.

“É muito difícil encontrar o remédio. Às vezes não tem nem no posto e na UPA, e quando vou procurar nas farmácias, não acho em nenhuma”, relata a auxiliar de consultório odontológico, Sirleide Alves Ferreira, 45, mãe de Luan. No interior, ela precisa contar com as unidades públicas de saúde. “Quando encontro o remédio, as enfermeiras me dão umas cinco [ampolas], para garantir”, disse. 

Benzetacil é o nome popular da penicilina benzatina. Conhecemos a substância pelo nome comercial dado pela Eurofarma, principal fabricante da droga no Brasil. “Ela é um tipo de penicilina de ação prolongada que fica no organismo por até 21 dias agindo”, esclarece o infectologista Fernando Badaró.

O fabricante informou em nota enviada ao CORREIO que, em 2018, devido a ajustes na fábrica, houve uma redução pontual na produção de Benzetacil, que pode ter gerado desabastecimento em algumas farmácias e redes de varejo. 

No entanto, ainda segundo a Eurofarma, desde dezembro do ano passado “a fabricação e distribuição do medicamento Benzetacil vem ocorrendo normalmente, porém a demanda do mercado tem se mostrado acima dos níveis históricos”. Mesmo assim, o fabricante afirmou que a produção do medicamento já foi normalizada e que nos próximos dias o mercado estará completamente abastecido.

Para o vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Produção Farmacêutica do Estado da Bahia, Luis Trindade, a fabricação está fora da regularidade há mais de dois anos e o que chega até as farmácias é insuficiente, mesmo que, para ele, a demanda seja menor. "Hoje existe um controle para a compra de Benzetacil, só se pode comprar com receita", informou.

Já para o médico infectologista Antônio Bandeira, coordenador do Comitê Científico da Sociedade Brasileira de Infectologia, o desaparecimento do Benzetacil pode estar relacionado ao aumento dos casos de sífilis no estado. “O remédio é fundamental no tratamento da sífilis. Isso porque, no caso da doença, essa é a droga de escolha, a que é indicada e a única que dá segurança de tratar o doente”, explica.

Além da sífilis, o Benzetacil, também pode ser utilizado para o tratamento de outras doenças, infecções de garganta, como amigdalite bacteriana, e manifestações de pele como a erisipela e febre reumática, a doença enfrentada por Luan. 

De acordo com o professor da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e médico  infectologista, Robson Reis, o Benzetacil é a primeira opção para o tratamento de sífilis e da febre reumática.

“A penicilina benzatina, por ser uma droga antiga e amplamente utilizada, e por ser mais específica e direcionada, torna o tratamento mais seguro e eficaz. Outras drogas, além de um maior custo, não são tão eficazes”, ressalta. No caso da amigdalite, por outro lado, existem outros medicamentos equivalentes. 

A escassez do remédio já é conhecida pelos médicos. A consultora comercial Tamires Novaes, 23, conseguiu encontrar a droga na segunda farmácia que procurou, no entanto, foi advertida pelo médico. “Ele me disse que poderia ser difícil encontrar, por isso indicou uma outra opção”, relatou. Algumas farmácias visitadas chegam inclusive a orientar o paciente a procurar uma unidade de saúde pública, onde seria mais fácil o acesso ao Benzetacil.  

Apesar das farmácias não terem o medicamento nas prateleiras, na capital, as unidades de saúde públicas e privadas não encontram a mesma dificuldade. Consultados pela reportagem, os representantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informaram que o estoque de Benzetacil está regular. A reportagem procurou o Ministério da Saúde, mas não obteve resposta.

Em relação aos hospitais privados, o CORREIO procurou o Hospital da Bahia, Hospital São Rafael, Hospital Santa Izabel, Hospital Português, Hospital Aliança e Hospital Aeroporto, que não relataram problemas a respeito do Benzetacil. O Hospital da Bahia, por exemplo, informou que usa, em média, duas ampolas por dia do medicamento, sem dificuldades.
 

Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO

Similar
Com a falta do Benzetacil, uma das opções receitadas pelos médicos é o medicamento similar, conhecido como Bepeben. Fabricado pelo laboratório Teuto, o remédio contém a mesma substância do Benzetacil. O professor Robson Reis explica a diferença entre os medicamentos. “Na prática, é a mesma substância e o nome muda de acordo com o laboratório que produz”, detalha o infectologista. 

É preciso, contudo, tomar cuidado para não confundir o remédio similar com o genérico. “O remédio similar não passou por todos os rigorosos testes de bioequivalência, por isso apenas promete ter os mesmos efeitos”, ensina Robson. 

Os testes mencionados são feitos tanto no medicamento de referência - que no caso da penicilina benzatina é o Benzetacil, que foi o primeiro a ser comercializado - quanto  no genérico, que é comercializado com o nome real da substância. Porém, os medicamentos similares não são obrigados a realizar todos os testes. O professor explica que, para comprar um medicamento similar, é preciso que ele esteja detalhado na receita, não sendo correto que o Bepeben seja vendido com a receita do Benzetacil. 

Consultado, o laboratório Teuto, responsável pela produção do similar no país, informou que não há qualquer problema na distribuição do produto. “O Laboratório Teuto Brasileiro S/A informa que o fornecimento de matéria-prima, a produção e a distribuição do produto Bepeben encontram-se dentro da normalidade”, comunicou por meio de nota. Contudo, na pesquisa feita pela nossa reportagem ele só foi localizado em quatro farmácias. 

A falta de Benzetacil nas farmácias afeta, principalmente, as pessoas com sífilis e febre reumática, pois esse remédio é o que oferece o melhor tratamento para essas doenças. Além delas, o medicamento pode ser usado para combater infecções na garganta, como a amigdalite bacteriana, e na pele, como a erisipela. Mas, nesses casos, existem outras drogas que podem substituir o Benzetacil no tratamento.

A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (primário, secundário, latente e terciário). No primário e secundário, a possibilidade de transmissão é maior. A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada, ou para a criança durante a gestação ou parto.

Os sintomas variam de acordo com o estágio da doença. No primeiro, ocorre uma ferida indolor na genitália, no reto ou na boca. No segundo ocorre o desaparecimento de ferida, que dá lugar a uma irritação na pele. Depois, não há sintomas até a fase final, que pode ocorrer anos mais tarde, podendo resultar em danos para cérebro, nervos, olhos ou coração.

O número de casos de sífilis têm crescido na Bahia. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em 2017, 7.414 pessoas adquiriram a doença, contra 1.880 em 2012. Um aumento de, aproximadamente, 395%.

O Benzetacil é o antibiótico com melhores resultados no tratamento da doença, com alta taxa de cura quando tomado nas doses certas. A efetividade deste medicamento contra a sífilis é tão maior em relação a outros que, mesmo em pacientes com alergia ao remédio, ela é a primeira escolha.

“No caso do tratamento da sífilis são utilizadas de 2 a 6 aplicações a depender do estágio da doença. Na falta de Benzetacil, o medicamento alternativo é a Doxiciclina, que deve ser utilizada por 14 dias, em comprimidos de 12 em 12 horas. O tratamento é mais demorado e não é tão eficiente“, explica o infectologista Fernando Badaró.

Já a febre reumática, ou reumatismo infeccioso, é uma doença inflamatória e autoimune, provocada pela bactéria do gênero Streptococcus. A doença acontece principalmente em crianças e quanto mais jovem for o paciente, maior o risco de ter sequelas.

Os sintomas da doença são: dor nas articulações, sopro cardíaco, inflamação no músculo do coração, manchas vermelhas na pele, febre,prostração (abatimento, moleza), nódulos subcutâneos, falta de ar, falta de vontade de comer e movimentos descoordenados dos membros em consequência da inflamação no cérebro.

O Benzetacil também é o principal remédio para curar a febre reumática, mas pode ser substituído, sem o mesmo efeito, por eritromicina em caso de alergia dos pacientes.

Penicilina, uma revolução: médico escocês descobriu remédio em 1928
A penicilina G benzatina, ou como é popularmente conhecida, Benzetacil, é um tipo de antibiótico utilizado para tratar infecções bacterianas. O medicamento foi descoberto por acaso, em 1928, pelo médico e bacteriologista escocês Alexander Fleming. 

Ao estudar culturas de bactérias do gênero Staphylococcus (estafilococos), Fleming percebeu o crescimento de outro microrganismo, na época mencionado como bolor, que impedia o desenvolvimento da bactéria estudada. Ao estudar esse bolor, ele descobriu que os microorganismos responsáveis pelo fenômeno pertenciam ao gênero Penicillium, que eram capazes de fornecer uma substância capaz de eliminar diversas bactérias.

Foto: Substância da Benzetacil, penicilina foi primeiro antibiótico usado aplamente pela Medicina
Foto: Reprodução

A penicilina foi o primeiro antibiótico amplamente utilizado na  medicina. Graças à Fleming e aos cientistas Ernst Boris Chain e Howard Walter Florey, que através da fermentação, conseguiram produzir em massa o medicamento, foi possível salvar milhares de vidas  durante a Segunda Guerra Mundial. O fato rendeu ao trio o  Prêmio Nobel de Medicina, em 1945. 

A descoberta incentivou investimentos para estudos científicos de outros antibióticos, modificando a forma de tratar as doenças, evitando inúmeras mortes. “O uso da penicilina passou a ser plenamente difundido na década de 40. A partir dessa difusão, infeções que antes eram como sentenças de morte passaram a ter tratamento, e houve um aumento da expectativa de vida da população”, explicou Robson Reis, professor da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública e médico infectologista.

Apesar de ter tido diversos usos no passado, o desenvolvimento de resistência e o surgimento de novos antibióticos restringiu bastante o uso do remédio, que hoje só pode ser vendido com prescrição médica. A penicilina começa a agir assim que é aplicada, através da ingestão intramuscular, conhecida por ser bastante dolorida, e permanece agindo no organismo por até 21 dias. 


Conheça as doenças que são tratadas com a Benzetacil

Sífilis

O que é?
É uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada por uma bactéria A Treponema pallidum.

Sintomas?
Variam de acordo com o estágio da doença. No primeiro, ocorre uma ferida indolor na genitália, no reto ou na boca. No segundo ocorre o desaparecimento de ferida, que dá lugar a uma irritação na pele. Depois, não há sintomas até a fase final, que pode ocorrer anos mais tarde, podendo resultar em danos para cérebro, nervos, olhos ou coração.

Tratamento?
 A depender do estágio em que a doença for diagnosticada, podem ser necessárias de 2 a 6 aplicações de Benzetacil - a droga mais indicada para a sífilis. No caso de estágios avançados da doença pode ser necessário associar a benzetacil à outros tipos de penicilina. Na falta da droga, o tratamento alternativo utiliza medicamento por via oral e pode durar até 14 dias sem a mesma eficácia.

Febre reumática

O que é?
É uma doença inflamatória e autoimune, provocada pela bactéria do gênero Streptococcus. A doença acontece principalmente em crianças

Sintomas?
 Dor nas articulações, sopro cardíaco, inflamação no músculo do coração, manchas vermelhas na pele, febre,prostração (abatimento, moleza), nódulos subcutâneos, falta de ar, falta de vontade de comer e movimentos descoordenados dos membros

Tratamento?
 É necessário realizar a chamada profilaxia da febre reumática através da aplicação de Benzetacil, também a droga mais indicada para o tratamento. O tempo de tratamento e a quantidade do medicamento dependerá da avaliação médica de cada caso, mas é possível que o paciente precise de uso contínuo.

Amigdalite

O que é?
É uma inflamação que provoca inchaço nas amígdalas. Tem vários tipos que variam de acordo com a forma que foi contraída a infecção. O tipo que pode ser tratado com Benzetacil é a amigdalite bacteriana.

Sintomas?
 Dor de garganta, febre, dificuldade e dor para engolir, dor de cabeça, mau hálito, inchaço e placa nas amígdalas. .

Tratamento?
Hoje o Benzetacil não é mais a primeira opção de medicamento para os médicos. Existem outras drogas de via oral que podem ser receitadas com eficiência equivalente. O tipo de medicamento e forma de uso depende de cada caso.

Manifestações de Pele

Algumas manifestações de pele, com sintomas como inchaço irritação e feridas, podem ser tratadas com Benzetacil, a exemplo da erisipela. Contudo, nesses casos, a Benzetacil também não é mais a primeira opção dos médicos. Na maioria dos casos , e a depender do tipo de manifestação, outras drogas de uso oral são mais indicadas

*com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier



Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/aos-6-anos-chines-impressiona-por-incrivel-habilidade-cortar-cabelo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/acusado-de-injuria-isidorio-falta-a-audiencia-de-conciliacao-com-daniela-mercury/
Cantora ingressou com queixa-crime contra o deputado por injúria após ser chamada por ele de 'escrava de satanás'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/alok-sofre-acidente-no-mar-durante-lua-de-mel-e-engessa-o-pe/
Ele estava praticando wakeboard nas Ilhas Maldivas com a mulher
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fabio-assuncao-faz-acordo-com-a-la-furia-dinheiro-vai-pra-dependentes-quimicos/
‘Jamais passou pela cabeça censurar’, disse ator em pronunciamento; assista
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/oscar-2019-anuncia-indicados-veja-lista-completa/
Pantera Negra, Nasce Uma Estrela, Roma e Bohemian Rhapsody são cotados a Melhor filme
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/video-mostra-desespero-de-baleado-pela-pm-em-portao-cade-minha-filha-eu-amo-ela/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-ultimo-suspiro-foi-no-meu-colo-diz-mae-de-menina-morta-por-padrasto/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-negam-tiroteio-com-pm-em-portao-desceram-atirando/
Polícia Militar apura ação em jogo de futebol; testemunha relata pânico
Ler Mais