Campanha Natal Solidário 2021 é lançada e busca arrecadar 100 toneladas de alimentos

salvador
28.10.2021, 14:40:00
Atualizado: 28.10.2021, 14:42:31
(Arisson Marinho/CORREIO)

Campanha Natal Solidário 2021 é lançada e busca arrecadar 100 toneladas de alimentos

Campanha beneficia mais de 200 organizações em toda Bahia; Veja como doar

Superar a casa das 100 toneladas de alimentos arrecadados. É esse o objetivo da campanha Natal Solidário da Federação do Comércio do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) em 2021. Uma meta que é estabelecida com base no número de toneladas coletadas na última campanha natalina antes da pandemia, no fim de 2019.

Missão que, para Juranildes Araújo, presidente do Sindicato Patronal do Comércio de Camaçari e Região e idealizadora do Natal Solidário, é mais que possível, considerando a progressão de arrecadação da campanha ao longo dos anos. 

“Em 2019, passamos de 100 toneladas. No ano passado, por conta da pandemia, ficamos na casa das 60. Este ano queremos novamente ultrapassar as 100 e vamos conseguir. É um crescimento característico da campanha. Começamos com uma tonelada na primeira edição e, na sexta, chegamos a 100”, fala Juranildes, que está otimista com a possibilidade de bater a meta considerando que os comerciantes, principais contribuintes, já estão em fase de retomada das suas atividades

Campanha foi lançada em evento com número limitado de pessoas (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

O Natal Solidário começou em 2013 ajudando 17 instituições e, agora, está na sua 8º edição, onde vai beneficiar mais de 200 organizações espalhadas por toda a Bahia. Essas recebem as doações por estarem cadastradas no Mesa Brasil, banco de alimentos do Serviço Social do Comércio (Sesc), como explica José Carlos Boulhosa, diretor regional da instituição.

"O Mesa Brasil é um banco nacional que existe em todos estados. Esse programa vai buscar doações de quem pode doar e as entrega para quem mais precisa. Por isso, existe um sistema de cadastramento de entidades em que elas se apresentam e, após isso, fazemos a verificação presencial da capacidade que essas instituições têm de desenvolver o trabalho com o programa", explica Boulhosa.

Impacto solidário

Diferente do Natal Solidário, o Mesa Brasil coleta doações ao longo de todo ano. Para se ter uma ideia, no ano de 2020, o programa arrecadou mais de 1000 toneladas em alimentos e produtos de higiene e limpeza, com 200 mil pessoas e 240 instituições atendidas em território baiano.

Número que também repercute nas instituições de maneira individual. No abrigo ‘São Gabriel para Idosos de Deus’, que tem o Irmão Gabriel como presidente fundador e auxilia 60 pessoas, boa parte da alimentação para o primeiro trimestre do ano vem do Mesa Brasil e do Natal Solidário.

"Nós recebemos donativos do Natal Solidário e do Mesa há anos para ajudar idosos que, em sua maioria, não têm familiares e nem recurso para ter o básico. Quando celebramos essa campanha, impulsionamos a solidariedade e o apoio das pessoas, já que recebemos 70% da alimentação utilizada em Janeiro, Fevereiro e Março, que são meses de grandes dificuldades para nós", relata Irmão Gabriel.

Como doar

Assim como os empresários, qualquer pessoa pode contribuir com uma doação para a campanha, que pode ser um quilo de alimento, uma roupa em bom estado ou até um brinquedo. Em Salvador, quem quiser doar pode ir até qualquer sede do Sesc ou do Senac, na Casa do Comércio ou nos shoppings da capital baiana, locais onde há a caixa da campanha para receber donativos. 

Como receber

A organização que quiser receber as doações precisa se cadastrar através de um edital de chamamento público, que está disponível no site do Sesc Bahia, onde há informações dos documentos necessários para isso. 

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas