Caoa Chery Arrizo 6 evolui para concorrer com Honda Civic e Toyota Corolla

autos & etc
16.10.2021, 16:00:00

Caoa Chery Arrizo 6 evolui para concorrer com Honda Civic e Toyota Corolla

Em vídeo, jornalista especializado em automóveis conta suas primeiras impressões sobre o sedã
Com destaque em vendas de SUVs, Caoa Chery não desiste de crescer no segmento de sedãs e atualiza o Arrizo 6 (Fotos: Fabio Gonzalez/ Caoa)

O mercado de sedãs é um dos que mais perdeu em vendas e em competidores nos últimos meses, mesmo assim ainda desperta a ambição de alguns fabricantes. Depois de crescer entre os SUVs, a Caoa Chery quer consolidar seu sedã médio, o Arrizo 6.

O carro ganhou ajustes estéticos e equipamentos para se reposicionar e tentar disputar com Toyota Corolla, Honda Civic e Chevrolet Cruze - listados de acordo com a ordem de vendas.

Além das novidades externas, o interior também foi atualizado: o banco do motorista ganhou comandos elétricos, o quadro de instrumentos é digital e a central multimídia pode parear smartphones sem fios via Android Auto e Apple CarPlay. Há teto solar, sensor de ponto cego e um sistema de quatro câmeras que formam uma visão de 360°.

O bagageiro é o maior entre os sedãs médios, com capacidade para 570 litros
O bagageiro é o maior entre os sedãs médios, com capacidade para 570 litros
O quadro de instrumentos é digital e o acabamento interno é em couro
O quadro de instrumentos é digital e o acabamento interno é em couro
Os comandos da central multimídia ficam no console central
Os comandos da central multimídia ficam no console central
O teto solar elétrico é um equipamento de série no carro
O teto solar elétrico é um equipamento de série no carro
O espaço traseiro é bom nesse sedã da Caoa Chery
O espaço traseiro é bom nesse sedã da Caoa Chery

O motor é o mesmo: 1.5 turbo com injeção indireta que entrega 150 cv e 21,4 kgfm. No entanto, a engenharia fez uma nova programação do câmbio CVT com simulação de nove marchas. O Arrizo Pro está tabelado por R$ 139.990, mas a empresa está oferecendo neste primeiro momento um desconto de R$ 5 mil.

CRESCIMENTO CONSTANTE
Enquanto algumas marcas estão encolhendo, a Caoa Chery vem crescendo. A associação do grupo brasileiro com o fabricante chinês apresentou um crescimento de 120% na comparação do acumulado de vendas de janeiro e setembro deste ano com o mesmo período do ano passado. “Isso é resultado dos nossos investimentos constantes em nossas fábricas, no aumento do portfólio e da rede concessionária, cada vez mais presente em todas as regiões do país”, analisa Marcio Alfonso, CEO da Caoa Chery.

IMPORTÂNCIA DA EXPERIMENTAÇÃO
Virou moda entre os novos lançamentos a tal "pré-venda". É oferecida alguma exclusividade, como um som ou cor diferente, e o cliente é seduzido por isso. É uma péssima ideia. Principalmente em carros inéditos.

A não ser que seja um Bugatti Divo - que teve apenas 40 unidades produzidas, custou no lançamento 5 milhões euros e será um item de colecionador -, apostar em um carro convencional sem ao menos ter entrado nele é algo que não recomendo.

Antes de comprar um carro, faça um test drive e tenha bastante atenção aos detalhes (Foto: Pedro Dantas/VW)

Por mais que seja possível visualizar diversos detalhes digitalmente, a experimentação pessoal é imprescindível. Sente em todos os bancos, abra todas as portas, teste os equipamentos e faça o test drive. Se ainda tiver dúvidas, peça para a concessionária te dar outra oportunidade para rodar no veículo. Não compre por impulso algo que ficará com você por vários meses ou anos.

MENOS EMPREGOS
De acordo com um relatório da Boston Consulting Group (BCG), os empregos na indústria automotiva cairão até 2030. A expectativa é que as vagas encolham 20% nas montadoras e 42% nos fornecedores tradicionais ligados aos motores a combustão.

No total, a estimativa é que 500 mil vagas de trabalho especializadas sejam eliminadas apenas na Europa.

MAIS EMPREGOS
No entanto, a pesquisa da BCG revela que os fornecedores focados em tecnologias de emissão zero vão criar 300 mil novas vagas, o que representa um crescimento de 10%. O relatório da BCG afirma que a mudança na propulsão dos veículos exigirá o apoio da União Europeia para programas de requalificação para ajudar os trabalhadores a se prepararem para um futuro sem motores a combustão.

A União Europeia pretende proibir a venda de veículos com motor a combustão a partir de 2035.

MUDANÇA NA SEDE?
Atualmente, a Tesla é sediada em Palo Alto e sua principal unidade fabril está em Fremont, cidades do Vale do Silício, na Califórnia.

Mas com a inauguração de uma nova fábrica no Texas, que ocupa uma área de 8 km² e teve um investimento de US$ 1,1 bilhão, Elon Musk, CEO da empresa, quer mudar também a sede da montadora.

A picape elétrica será um dos veículos produzidos no Texas (Foto: Tesla)

Inicialmente, a nova unidade da Tesla, sediada em Austin, vai focar no crossover Model Y e na picape Cybertruck.

UM LITRO TURBO
A Fiat anunciou que seu motor 1.0 litro turbo de três cilindros irá render 125 cv de potência com gasolina e 130 cv com etanol. Com qualquer combustível, vai desenvolver 20,4 kgfm de torque.

O propulsor, que é montado no Brasil, estreia no Pulse, primeiro SUV compacto da marca no país.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas