Capitão do Vitória, Baraka quer renovar: 'Estou muito feliz aqui'

e.c. vitória
06.12.2019, 05:30:00
Atualizado: 06.12.2019, 11:55:49
Baraka chegou ao clube em junho e fez 22 partidas (Letícia Martins / EC Vitória)

Capitão do Vitória, Baraka quer renovar: 'Estou muito feliz aqui'

Em contato com o CORREIO, volante diz ter vivido uma das suas melhores temporadas

O Vitória já sabe que não contará com o seu capitão, o zagueiro Everton Sena, para a temporada 2020. Sob contrato com o Novorizontino até maio, ele disputará o Campeonato Paulista.

O outro atleta que vestiu a braçadeira de capitão durante a maior parte do ano ainda não sabe se permanecerá na Toca do Leão. O volante Baraka, cujo contrato com o Vitória acabou no final de novembro, aguarda uma posição do rubro-negro.

Em contato com o CORREIO, o volante deixou claro que gostou muito de defender o Leão, e que gostaria de renovar: “Me adaptei muito rápido ao clube, a Salvador. Estou muito feliz no Vitória. Só quem veste essa camisa sabe o peso que ela tem”.

“Se ficar no clube, vou continuar muito motivado e confiante em fazer uma grande temporada em 2020”, finalizou o atleta, de 33 anos.

As renovações de contrato do Vitória entraram em ritmo acelerado nesta semana: na segunda-feira (2), o técnico Geninho; na terça (3), o lateral esquerdo Thiago Carleto; e na quinta (5), o lateral direito Van e o volante Gabriel Bispo.

A diretoria do rubro-negro analisa outras renovações, entre elas a de Baraka. O volante contou ao CORREIO que não recebeu contatos da equipe: “Não me chamaram para falar de renovação. Já apareceram algumas outras coisas, então vamos ver o que acontecerá”.

Em campo

Baraka terminou o ano como titular de Geninho. Esteve em campo não só na derrota por 2x1 para  o Coritiba, na última rodada, como no triunfo por 2x1 contra o Operário que garantiu a equipe na Série B.

O volante chegou à Toca no final de junho, durante a pausa para a Copa América. Na primeira partida após a retomada, – derrota por 1x0 para o Cuiabá no Barradão –, ele já foi titular de Osmar Loss.

Foram 22 partidas pelo Vitória na Série B de 30 em que esteve disponível. Em 21 delas, foi titular. Na reta final da competição, porém, perdeu espaço para Léo Gomes e Lucas Cândido – jogadores que não ficarão no clube para o ano que vem. O primeiro foi vendido ao Athlético-PR e o segundo volta de empréstimo ao Atlético-MG.

“Em termos de números, essa foi uma das melhores temporadas da minha carreira e agradeço ao grupo, à comissão técnica e ao torcedor por isso. Estou muito feliz com a fase que tenho passado. Espero que o próximo ano seja ainda melhor para mim”, comentou o jogador.

O ponto que mais conta a favor de Baraka na avaliação da diretoria, sem dúvida, é a liderança que demonstrou ter na passagem pelo Vitória. O volante assumiu a braçadeira de capitão logo na sua segunda partida pelo clube, a derrota para o Criciúma por 2x0 no dia 20 de julho.

Baraka foi capitão em 17 das 21 partidas que fez como titular. Só perdeu a braçadeira por ter ido para o banco, e Geninho a passou para o zagueiro Everton Sena. Apesar disso, curiosamente, o volante terminou o ano no posto, já que Everton Sena não enfrentou o Coritiba por lesão.

Em 2019, o vestiário do Vitória teria motivos para ser conturbado, não só pela má fase técnica da equipe, como pelos atrasos de salário. No entanto, o desempenho do time não foi afetado por isso.

Baraka sabe que teve contribuição importante para manter o vestiário calmo e confia que isso vai pesar na avaliação de Geninho e da diretoria na sua permanência.

“Essa característica de liderança vem comigo desde o começo da carreira. Isso é importante. Muitas vezes temos que dar uma tranquilizada no vestiário, ter uma conversa com o grupo. Gosto disso. Geninho sempre me deu muita confiança para isso. Tanto ele como todos no grupo sabiam que podiam contar comigo”, finalizou.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/barbeiragem-ferry-bate-em-atracadouro-e-assusta-passageiros-veja-video/
Operadora do sistema atribuiu dificuldade em manobra a condições de vento e maré; ninguém se feriu
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ensaio-inedito-de-joao-gilberto-e-descoberto-por-pesquisador/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/baiana-premiada-pela-onu-lanca-campanha-para-levar-agua-potavel-para-a-africa/
Anna Luísa Beserra Santos criou uma tecnologia social capaz de oferecer tratamento de água seguro e barato
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/seis-anos-depois-denny-volta-aos-palcos-do-festival-de-verao/
Em entrevista ao CORREIO, artista fala sobre o Carnaval e sobre a expectativa de voltar ao evento: ele vai mudar verso de música em homagem ao FV20
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ex-vocalista-do-angra-edu-falaschi-faz-dueto-com-cantor-da-calcinha-preta-em-show/
Daniel Diau participou de show em Recife cantando Bleeding Heart/Agora Estou Sofrendo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ouca-festival-do-olodum-consagra-musica-de-sandoval-melodia-para-o-carnaval-2020/
Canção intitulada Lendárias do Tempo reverencia figuras femininas que marcaram a história
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/de-arrepiar-jovens-percursionistas-fazem-apresentacao-no-centro-historico/
Dança, moda e artes plásticas também fazem parte do Coisas do Sim, do Projeto Axé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/paraguai-extradita-brasileiro-acusado-de-liderar-contrabando-de-cigarro/
Preso desde março de 2019, Luiz Henrique Boscatto foi entregue à PF na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu
Ler Mais