Capixaba nega elenco rachado e afirma comprometimento com o Bahia

e.c. bahia
15.09.2020, 16:00:00
Atualizado: 15.09.2020, 20:17:16
Capixaba afirma que elenco está comprometido em colocar o Bahia nos trilhos no Campeonato Brasileiro (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Capixaba nega elenco rachado e afirma comprometimento com o Bahia

Tricolor não vence há sete jogos e está à beira da zona de degola

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A situação do Bahia no Campeonato Brasileiro inspira cuidados. Na 16ª colocação, o tricolor está na beira da zona de rebaixamento e não vence há sete jogos. Diante do momento difícil, o lateral Juninho Capixaba aproveitou para eliminar qualquer tipo de teoria da conspiração.

Durante entrevista na manhã desta terça-feira (15), na Cidade Tricolor, Capixaba negou a possibilidade de racha no elenco e afirmou que os atletas estão comprometidos em dar a volta por cima.

"Nenhum indício de grupo rachado. A gente continua mantendo o foco e a união. Considerado uma família aqui dentro. Todos estão correndo pelo mesmo motivo. Tem oscilado nos jogos, algo que a gente não quer. Todos têm batalhado para levar o Bahia a algo melhor do que está", disse o lateral.

Nesta quarta-feira (16), o tricolor inicia a sequência de três jogos que vai fazer fora de casa. A partir de 21h30, o Esquadrão encara o Corinthians, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 11ª rodada do Brasileirão. Chance para quebrar o jejum de triunfos.

"A resposta positiva é, como a gente fala, botar a bunda no chão. A gente tem que correr, batalhar. A gente tem cometido um erro muito grande, que é tomar gol. Então quando a gente não toma gol, fica mais fácil para sair na frente do placar. Dar o máximo, se dedicar, que as coisas vão acontecer", explicou.

Com passagem pela equipe paulista, Juninho sabe que o jogo na Neo Química Arena não vai ser fácil. Mas para ele, o Bahia tem condições de fazer um bom jogo e sair com o resultado positivo.

"Jogo muito truncado, muito aguerrido. É o que o Bahia tem em mente. Chegar lá, buscar um triunfo e batalhar junto ao Corinthians. Para sair de lá com o triunfo, só a gente brigando com eles e incomodando eles dentro da casa deles", finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas