Carletto já reúne apoio de 15 a 17 deputados para se candidatar ao Senado

satélite
01.12.2017, 05:00:00

Carletto já reúne apoio de 15 a 17 deputados para se candidatar ao Senado

Jairo Costa Júnior, com Luan Santos

De olho no Senado, o deputado federal Ronaldo Carletto (PP) já conta com uma tropa de 15 a 17 parlamentares que devem marchar com ele na disputa por uma vaga na chapa majoritária, do governo ou da oposição. Sem possibilidade de crescer no PP, Carletto vê na migração para o PR o caminho para conseguir o espaço. Embora seus aliados digam que a prioridade é seguir ao lado do governador Rui Costa (PT), integrantes do grupo não escondem a insatisfação com o Palácio de Ondina. “Queremos ficar, mas vamos ver se o governo quer a gente. Parece que não, porque  aonde vamos, somos vaiados”, diz o deputado Robinho (PP), líder da tropa de choque de Carletto, que inclui  ainda os  deputados estaduais Aderbal Caldas e Luiz Augusto (PP).

Baião de dois
 A costura de Ronaldo Carletto tem duas frentes. Uma é fortalecer a bancada do PR baiano no Congresso e na Assembleia Legislativa com a filiação de seus aliados no PP, cota que incluiu ainda o deputado federal Roberto Britto. A outra é usar o Pros, vitaminado com três parlamentares ligados a ele, como moeda de troca.

Perdas e ganhos
O eventual enfraquecimento do PP com a saída de Ronaldo Carletto e sua tropa pode abrir brecha para o avanço da oposição sobre a sigla. A jogada é recompor as perdas do PP com integrantes da base do prefeito ACM Neto (DEM). Em troca, os pepistas mudariam de lado na corrida pelo Palácio de Ondina. A movimentação já foi discutida com o senador piauiense Ciro Nogueira, presidente nacional do PP. 

Pegou mal
Repercutiu negativamente na bancada da prefeitura na Câmara a proposta do vereador Isnard Araújo (PHS) de obrigar a Transalvador a avisar antes os donos de veículos guinchados. Aliados de Isnard criticam o que chamam de apoio à desordem, já que o órgão só guincha carros estacionados em local proibido.

Falha nossa
Com relação à nota “Parado no tempo”, publicada na Satélite de ontem, o Ministério Público do Estado da Bahia esclarece que as informações divulgadas estão “totalmente equivocadas”. “O MPBA foi comunicado, no dia 30 de outubro, da decisão relativa aos embargos de declaração apresentados ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e, respeitando o prazo determinado pelo órgão, a procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado ajuizou ação civil para perda de cargo público do promotor de Justiça Almiro de Sena Soares Filho desde o dia 13 de novembro. A ação está tramitando no Tribunal de Justiça da Bahia, sob o número 0026089-55.2017. Portanto, a informação de que a autorização do CNMP para ajuizamento da ação ‘ainda não foi cumprida’ está divorciada dos fatos”.

Everton, o Breve
No comando do município de Jaguarari  há apenas 11 meses, Everton Rocha (PSDB) pode se tornar o mais rápido prefeito cassado por impeachment no estado. Ontem, a Câmara de Vereadores da cidade do Norte baiano aprovou por 11 x1  a abertura de Comissão Parlamentar Processante contra ele por denúncias de improbidade. Seu lugar deve ser ocupado pelo vice, Fabrício D’Agostinho (DEM).

"A inflação está em 2,70%. Os juros, em 7,5%.  Bem diferente de quando o PT governava", Antonio Imbassahy, ministro da Secretaria de Governo

Pílula
Polêmica -  
A vereadora Aladilce Souza (PCdoB) apresentou  projeto de lei que proíbe as academias de Salvador de cobrarem taxa extra de clientes que levam o próprio personal trainner. “O personal não utiliza equipamentos da academia e o cliente têm direito de escolher outro profissional que não seja do espaço”, argumenta. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas