Carnaval: passaporte da vacina pode ser exigido para quem trabalhar na festa

salvador
18.11.2021, 11:02:36
(Jefferson Peixoto/Secom)

Carnaval: passaporte da vacina pode ser exigido para quem trabalhar na festa

Decisão sobre a realização ou não da festa ainda não foi tomada

A realização do Carnaval 2022 em Salvador ainda não está definida, mas algumas ideias de como a festa poderia ser realizada durante a pandemia já estão sendo estudadas. Uma dela é exigir o ciclo vacinal completo de todas as pessoas que trabalharem na festa.

"Tem algumas coisas que se pode pensar, como por exemplo, exigir que todos os amhgulantes estejam com ciclo vacinal em dia, cordeiros, músicos, as pessaos que forem trabalhar nos camarotes, as pessoas que trabalharem na festa de modo geral", exemplificou o prefeito Bruno Reis, nesta quinta-feira (18).

Outra possibilidade é exigir o passaporte de vacinação nas barreiras de segurança que já funcionam ao longo do circuito. "Temos como adotar as barreiras, como a gente impede a entrada de armas brancas, e nas barreiras exigir que a pessoa esteja com o ciclo vacinal em dia", completou.

No entanto, o prefeito ressaltou que, caso a festa aconteça, é importante que as pessoas não-vacinadas tenham consciência de que colocam as vidas delas em risco. Ele voltou a afirmar que a decisão sobre a realização da festa deve acontecer entre o fim de novembro e o começo de dezembro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas