Casal é executado com mais de 35 tiros na fronteira do Paraguai: 'Favor não roubar'

mundo
28.07.2021, 08:49:00
Atualizado: 28.07.2021, 08:51:00
(Reprodução)

Casal é executado com mais de 35 tiros na fronteira do Paraguai: 'Favor não roubar'

Horas antes do crime, eles trocaram declarações de amor nas redes sociais

Mateo Martínez Armoa, de 21 anos, e Anabel Centurion Mancuelo, de 22, foram executados com mais de 35 tiros em uma choperia na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, vizinha à brasileira Ponta Porã (MS), na segunda-feira (26). 

Os assassinos deixaram um bilhete, em espanhol, preso à cabeça de Mateo. "Favor não roubar", dizia a mensagem, assinado por "Justiceiros da Fronteira".

A polícia diz que o casal paraguaio estava no bar em celebração aos 22 anos de Anabel. Mateo era o alvo dos bandidos e levou pelo menos 36 tiros, morrendo no local. 

Horas antes de serem executados, os dois trocaram declarações de amor nas redes sociais. Anabel postou uma foto do namorado com a legenda "Meu amor", em espanhol. Mateo, que usava o nome Matheus Elefante nas redes, parabenizou Anabel pelo aniversário.

(Foto: Reprodução)

"Que no final deste dia você sinta seu coração aconchegado e recheado de amor, carinho e muita alegria. (...) Que Deus nos proteja e nos conceda muitos anos de vida. Eu te amo!", escreveu.

A polícia investiga o caso, inclusive possível participação de Mateo em delitos. Ele tinha passagem pela polícia. Já Anabel não tinha registro de participações em crimes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas