Cavalo morto afogado na Lagoa do Abaeté é removido

salvador
23.10.2017, 23:00:00
Atualizado: 23.10.2017, 23:02:12

Cavalo morto afogado na Lagoa do Abaeté é removido

Animal morreu na sexta, mas Limpurb só retirou carcaça nesta segunda

Moradores do entorno da Lagoa do Abaeté, no bairro de Itapuã, em Salvador, reclamaram de um odor vindo do ponto turístico. É que um cavalo morreu afogado na última sexta-feira (20) após seu proprietário tentar realizar uma travessia no local, sem sucesso. De acordo com o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), o animal foi retirado da lagoa e colocado fora do manancial. O instituto teria, então, feito contato com a Limpurb para que a empresa realizasse a retirada do animal.

“O cavalo foi retirado. Deu trabalho porque informaram o fato, mas não deram local exato. A gente teve que esperar um caminhão específico retirar o animal, por conta do tamanho”, explicou a assessoria da Limpurb.

De acordo com o líder comunitário de Itapuã, Zelito Guimarães, o animal estava em decomposição, o que ocasionou mau cheiro e a atração de bichos para o local. “O cavalo ficou lá cheio de bicho, espantando todo mundo”, contou. A retirada do animal foi realizada na tarde desta segunda-feira (23).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas