Cenas de Carnaval: Commanches do Pelô

salvador
15.02.2019, 05:00:00
(Manu Dias/07.03.2000/Arquivo Correio)

Cenas de Carnaval: Commanches do Pelô

Bloco de índio trouxe influência americana e uma tragédia na história

A história do Commanches do Pelô, infelizmente, conta com um episódio triste no Carnaval baiano, que acabou marcando o bloco, um dos mais importantes blocos de índio da festa.

Em 1987, o trio do Commanches perdeu o freio na Rua Chile e acabou descendo de ré. O saldo da tragédia, a maior do Carnaval, foi de sete mortos e 25 feridos. Não há como negar que a tragédia marcou o bloco, ainda que tenha servido para aumentar a fiscalização dos trios elétricos, o que, provavelmente, evitou outras tragédias.

Fundado em 1974, o Commanches do Pelô, assim como outros blocos de índio, absorveu grande parte dos negros antes da fundação dos primeiros blocos afro. Historicamente, se fantasiar de índio era uma forma de mostrar a origem mestiça e, disfarçadamente, sua força no Carnaval.

A influência visual, no entanto, vem dos índios americanos, inclusive no nome, e do cinema de faroeste. Comanche é um grupo étnico indígena com território, originalmente, no centro-sul dos EUA e que se tornou tema de um filme homônimo em 1956.

Carnaval 2018
Carnaval 2018 (Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)
Carnaval 2006
Carnaval 2006 (Paulo M. Azevedo/Arquivo CORREIO)
Carnaval 2018
Carnaval 2018 (Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)
Carnaval 2012
Carnaval 2012 (Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)
Carnaval 2006
Carnaval 2006 (Paulo M. Azevedo/Arquivo CORREIO)
Carnaval 2018
Carnaval 2018 (Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)


Os blocos de índio absorveram o traje e os gritos de guerra dos indígenas americanos, que fizeram com que recebessem uma fama de violentos. Do outro lado, a influência percussiva das escolas de samba deu aos blocos de índio a característica de levar a bateria no chão. 

Com o tempo, os foliões dessas entidades acabaram migrando para os blocos afro, pela representação maior afro-brasileira. Ainda assim, os blocos do índio conquistam adeptos que se identificam mais com suas origens indígenas. 

*Cenas de Carnaval é um oferecimento do Bradesco, com patrocínio do Hapvida e apoio da Claro, Fieb, Salvador Shopping, Vinci Airports e Unijorge
 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/seis-anos-depois-denny-volta-aos-palcos-do-festival-de-verao/
Em entrevista ao CORREIO, artista fala sobre o Carnaval e sobre a expectativa de voltar ao evento: ele vai mudar verso de música em homagem ao FV20
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ex-vocalista-do-angra-edu-falaschi-faz-dueto-com-cantor-da-calcinha-preta-em-show/
Daniel Diau participou de show em Recife cantando Bleeding Heart/Agora Estou Sofrendo
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ouca-festival-do-olodum-consagra-musica-de-sandoval-melodia-para-o-carnaval-2020/
Canção intitulada Lendárias do Tempo reverencia figuras femininas que marcaram a história
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/de-arrepiar-jovens-percursionistas-fazem-apresentacao-no-centro-historico/
Dança, moda e artes plásticas também fazem parte do Coisas do Sim, do Projeto Axé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/paraguai-extradita-brasileiro-acusado-de-liderar-contrabando-de-cigarro/
Preso desde março de 2019, Luiz Henrique Boscatto foi entregue à PF na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/papa-manda-mensagem-as-familias-das-vitimas-de-brumadinho/
Pontífice lembrou 1 ano da tragédia, completado neste sábado (25)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-e-entenda-o-brexit-o-divorcio-do-reino-unido-da-uniao-europeia/
Prazo final para saída dos britânicos do bloco é dia 31 de janeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cena-de-terror-diz-jovem-que-salvou-irma-de-ser-atingida-por-predio-em-narandiba/