Chance boa de grudar no G4: Vitória recebe o lanterna da Série B

e.c. vitória
26.09.2020, 05:05:00
Vico deve ser um dos titulares da partida deste sábado (26) (Foto: Letícia Martins/EC Vitória)

Chance boa de grudar no G4: Vitória recebe o lanterna da Série B

Leão enfrenta o Oeste neste sábado (26), às 16h30, no Barradão, pela 11ª rodada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Durante mais de um mês, o Vitória enfrentou uma sequência intensa de jogos, com a média de uma partida a cada três dias. Mas, nas últimas duas semanas, o calendário folgou e a equipe conseguiu aproveitar 12 dias de janela livre para se preparar para a sequência da Série B. Agora é hora de entrar novamente em campo e botar à prova os ajustes feitos ao longo deste período.

O rival é outro rubro-negro, o Oeste, em partida marcada para este sábado (26), às 16h30, no Barradão. As cores são a única semelhança, pois a situação de cada um é bem diferente. Enquanto o Leão mira uma aproximação no G4, o time paulista sonha em sair da lanterna, posição ingrata que passou a ocupar desde o fim da rodada passada.

Ao todo, o Oeste soma apenas seis pontos nas 10 partidas que fez. Fora de casa, o melhor resultado foi empate, conseguido duas vezes, contra o Brasil de Pelotas e o Guarani, ambos em 1x1. Os dois times, aliás, aparecem abaixo do Vitória na tabela.

Já o Leão está invicto em casa e tem um dos melhores aproveitamentos da Série B como mandante, com 83,3%. No último jogo no Barradão, aplicou 4x2 no Cuiabá. No estádio, também ganhou do Sampaio Corrêa e do Paraná, além de empatar com o Náutico. 

São mais pontos feitos pelo Vitória apenas em casa - 10 - do que o Oeste conseguiu na Série B até então. Ao todo na competição, somando com os duelos fora, a equipe do técnico Bruno Pivetti tem 14 pontos e ocupa o 9º lugar.

Apesar das probabilidades estarem do lado dos anfitriões, o treinador do Vitória frisa que é fundamental evitar o pensamento de que vai ser jogo fácil e destaca que o time precisa manter a concentração para fazer o dever de casa.

“O perigo é o mesmo que qualquer outra partida: enfrentaremos adversários que não estão bem colocados na tabela, mas que sabemos que têm suas qualidades. Nós focamos demais para essa sequência de jogos, principalmente contra o Oeste, para não sermos surpreendidos em casa. Precisamos fazer valer nossa ideia, desempenho, nosso mando de campo. Temos que ser protagonistas para sair com o resultado positivo, independente de onde o adversário está na tabela”, afirmou o comandante.

 Novidade
Pivetti contará com o atacante Ewandro, emprestado pela Udinese e relacionado pela primeira vez após ser regularizado nesta semana. A tendência, porém, é que ele comece no banco. Também estão aptos a jogar o zagueiro Maurício Ramos e o atacante Alisson Farias, recuperados de lesão, além do lateral Carleto, que já cumpriu suspensão.

Por outro lado, o meia Gerson Magrão, suspenso, fica de fora. Outras duas contratações recentes, os meias Anmerson Bolota e Juninho Quixadá já foram regularizados, mas vão ter que esperar um pouco mais para estrear.

Pivetti explica o motivo: “São jogadores que chegaram agora no processo, estão vivenciando os treinamentos, entrando em contato com as nossas ideais de jogo. O processo de inserção deles nos planos dos próximos jogos vai ser natural, mas nós precisamos prepará-los adequadamente justamente para oferecer uma oportunidade a eles”, justifica o técnico. Ambos foram oficializados nesta semana, embora já treinassem na Toca alguns dias antes.

O treinador despistou sobre o time titular, afirmando que jogará “com uma equipe competitiva para fazer valer o mando e sair com os três pontos”. Uma provável escalação tem Ronaldo, Leandro Silva, João Victor, Wallace e Carleto; Guilherme Rend, Fernando Neto  e Marcelinho; Vico, Léo Ceará e Alisson Farias.

O Oeste tem no time titular o volante Yuri, ex-Bahia, e entre os reservas o zagueiro Bruno Bispo e o lateral direito Matheus Rocha, ambos ex-Vitória. A provável escalação: Glauco, Éder Sciola, Matheus Dantes, Sidimar e Gustavo Salomão; Betinho, Yuri, Caio, Mazinho e Marlon; Bobô. Técnico: Renan Freitas.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas