China tem o primeiro caso de gripe aviária H10N3 em humano

mundo
01.06.2021, 10:46:00

China tem o primeiro caso de gripe aviária H10N3 em humano

Vírus tem baixo risco de disseminação, avalia comissão

A China registrou o primeiro caso da gripe aviária H10N3 em um ser humano - um homem de 41 anos que vive na província de Jiangsu, no leste do país. A Comissão Nacional de Saúde do país confirmou o caso nesta terça (1º), chamando-o de "acidental".

O paciente foi hospitalizado com febre e outros sintomas de gripe no dia 28 de abril. O diagnóstico do vírus H10N3 veio um mês depois, em 28 de maio. A comissão diz que ele se recupera bem e deve receber alta, mas não deu detalhes sobre como ocorreu a infecção.

Depois da confirmação, houve um trabalho de localizar pessoas que tiveram contato com o paciente, mas nenhum outro caso foi confirmado. 

O H10N3 é uma cepa do vírus com baixa capacidade de causar doença em hospedeiros e menos grave em aves domésticas. O risco de se espalhar em larga escala é considerado baixo por isso, diz o órgão. Ele não é considerado um vírus muito comum - segundo Filip Claes, coordenador do laboratório regional da Organização para Alimentos e Agricultura na Ásia e no Pacífico, foram apenas 160 casos registrados em 40 anos, especialmente em aves selvagens ou aquáticas na Ásia e pontos da América do Norte.

A China tem registro de várias cepas de gripe aviária, que às vezes infectam pessoas que trabalham com esse tipo de animal. Desde que a cepa H7N9 matou cerca de 300 pessoas em 2016 e 2017, não houve registro significativo de infecções em humanos. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas