Cidades baianas poderão aplicar 2º dose da vacina em moradores de outros municípios

bahia
20.08.2021, 16:21:00
Atualizado: 20.08.2021, 17:02:24
(Paula Fróes/Arquivo CORREIO)

Cidades baianas poderão aplicar 2º dose da vacina em moradores de outros municípios

A aplicação será aprovada apenas com a apresentação de uma justificativa

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) do estado da Bahia aprovou nesta quinta-feira (19) a aplicação da segunda dose da vacina contra a covid-19 em moradores de outros municípios e estados, mediante a apresentação de justificativas. A decisão segue a orientação dada pelo Ministério da Saúde.

De acordo com a coordenadora adjunta da comissão, secretária de Saúde de Madre de Deus, Stela Souza, os municípios que aplicarem essa 2º dose em moradores de outras localidades terão a garantia de reposição dos imunizantes.
 
“Agora, precisa ter justificativa. Não é para ficar migrando de um município A para o B, porque as remessas de vacinas vêm de acordo com a quantidade da primeira dose distribuída para aquele município” destacou.
 
As pessoas que precisarem ir para uma cidade diferente daquela em que receberam a primeira dose da vacina, desde que por motivos concretos, como trabalho, tratamento médico ou mudança, poderão completar a imunização em qualquer dos municípios baianos.“A gente não quer que as pessoas fiquem sem ser imunizadas, então autorizamos que isso seja feito”, comentou a secretária de saúde.
 
Segundo Stela Souza, o município que aplicar a segunda dose neste processo poderá solicitar a reposição de estoque ao estado, apresentando os dados da pessoa que vacinou e o motivo pelo qual ela tomou a segunda dose em outra cidade, para “não prejudicar também a população do município''.
 
Imunização de adolescentes na Bahia 
A CIB também já autorizou o início da vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos, com comorbidade ou deficiência permanente, nas cidades baianas.
 
“Mas, para isso, eles [os municípios] precisam ter completado a faixa etária de 18 anos ou mais”, informou a coordenadora adjunta da comissão.
 
Para o grupo de 12 a 17 anos sem comorbidades ou deficiência permanente, ainda não há uma previsão de início da imunização. A data ainda deverá ser definida pelo Ministério da Saúde.

Distribuição de doses
A Bahia recebe 714 mil doses de vacinas contra a covid-19 nesta sexta-feira (20). Contudo, exclusivamente para essas remessas, haverá uma mudança no critério de divisão.

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), a distribuição dessas vacinas, que deve começar a ser feita ainda nesta sexta-feira, seguirá o critério definido em reunião da Comissão Intergestores Bipartite, realizada nesta quinta-feira (19).

“Do total, 80% serão destinadas conforme critério populacional e 20% como fator de correção para aqueles municípios que ainda não conseguiram chegar à faixa abaixo dos 25 anos. A ideia é que todos os municípios possam avançar ainda mais com a cobertura vacinal de forma equitativa na faixa etária”, explica a diretora da vigilância epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro.

Conforme levantamento da coordenação estadual de imunização, até esta quinta-feira, 139 municípios ainda não tinham alcançado a vacinação de pessoas menores de 25 anos, enquanto que outros 128 já estavam imunizando as pessoas com 18 anos ou mais.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas