Cóleus voltam com tudo e são opção para sombra na Bahia

se plante
26.11.2021, 12:06:41

Cóleus voltam com tudo e são opção para sombra na Bahia

Figuras cativas em quintais de todo o Brasil entre os anos 1970 e 1980, as Cóleus andaram meio sumidas, mas estão de volta para felicidade geral da nação. Rústicas, versáteis e de pequeno porte, são boas opções até mesmo para varandas e ambientes internos. Antes de tudo, é preciso esclarecer que espécies coloridas ou que possuem algum tipo de variegação (manchas claras) necessitam de algumas horas de incidência solar. Caso contrário, corremos o risco de comprar uma planta e ganhar outra com o tempo. Sempre que faço mudas de Cóleus, deixo as estacas protegidas do sol e, em cerca de duas semanas, lá estão elas enormes e... bem verdinhas! Mas basta retornar aos raios do astro rei para as cores voltarem junto. Faça essa transição de forma gradual.

Quando falamos em folhagens exuberantes e coloridas que se adaptam a espaços internos, guarde esse detalhe importante: quanto mais cores e manchas as plantas tiverem, em geral, mais luz vão precisar para se conservarem assim. Lembrando sempre também que sombra não significa ausência de sol em jardinagem. Plantas na sombra são aquelas que recebem alta claridade ou até 2 horas de incidência solar direta. A partir daí, já entramos na chamada meia sombra.

Aqui no calorzão da Bahia, com 2 a 4 horas de sol diárias, já é possível garantir Cóleus saudáveis, reluzentes e coloridas. Com sol o dia todo, especialmente no verão baiano, podem queimar as folhas ou morrer por afogamento. Quer apostar que a moça vai viver murchando, fazendo um draaaama danado, até que você entre em desespero e acabe encharcando todo santo dia? Não vai demorar nada para as raízes começarem a apodrecer e os caules ficarem escuros, restando como única opção aproveitar as ponteiras para criar novas mudas. Vamos evitar essa morte horrível porque, afinal de contas, trata-se de uma planta perene. Cuide direitinho para conservar sua matriz e não precisar fazer tantas mudas.

O uso de vasos autoirrigáveis pode ajudar bastante a evitar o afogamento, deixando que a própria planta drene a quantidade necessária de água no momento. Nativas da ilha de Java, na Indonésia, elas preferem climas quentes e úmidos. Só não toleram o frio intenso ou geadas, quando ficam verdadeiramente magoadas. Coração Magoado, aliás, é o nome popular mais comum para as mais de 300 variedades disponíveis de Cóleus. Então, dá play aí no vídeo e não maltrate corações alheios!

Embed do vídeo de Briza desta semana:

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas