Com 48% das intenções de voto, Lula venceria no primeiro turno, aponta Datafolha

brasil
16.12.2021, 18:59:00
(Reprodução )

Com 48% das intenções de voto, Lula venceria no primeiro turno, aponta Datafolha

Lula demonstra vantagem sobre os rivais em todos os cenários testados

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém larga vantagem sobre os eventuais adversários na corrida presidencial para 2022. De acordo com pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira (16), o petista, em um primeiro cenário, tem 48%, ante 22% do presidente Jair Bolsonaro (PL). 

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) acumula 9%, enquanto o ex-governador Ciro Gomes (PDT) 7%. Já o governador paulista, João Doria (PSDB), tem 4% das intenções de voto. Dizem que votarão em nulo, branco ou ninguém, 8%, e 2% não souberam responder.

Foram feitas duas simulações, uma fechando o leque de candidatos e outra, o expandindo aos nomes até aqui colocados. Nelas, a vantagem de Lula sobre os rivais é suficiente para garantir a vitória do petista já no primeiro turno.

Na segunda hipótese, segundo o instituto, não há diferença no pelotão inicial: Lula tem 47%, Bolsonaro, 21%, Moro e Ciro, as mesmas intenções do A. Doria fica na mesma, oscilando para 3%.

Surgem, então, nomes alternativos: os senadores Simone Tebet (MDB) e Rodrigo Pacheco (PSD) com 1%, e sem pontuar o senador Alessandro Vieira (Rede-SE), o ex-ministro Aldo Rebelo (sem partido) e o cientista político Felipe d'Ávila (Novo). Nulos/brancos/ninguém e não sabem também repetem o cenário inicial.

A pesquisa foi realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas com mais de 16 anos, presencialmente em 191 cidades do país. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas