Com retorno de Rossi, Guto amplia leque no ataque do Bahia; veja opções

e.c. bahia
03.11.2021, 05:00:00
Recuperado de lesão na coxa, Rossi pode ser a novidade do Bahia na reta final da Série A (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Com retorno de Rossi, Guto amplia leque no ataque do Bahia; veja opções

Garçom do tricolor em 2021, atacante ainda não atuou no 2º turno da Série A

Depois de emendar três jogos em seis dias, o Bahia recebeu um alívio no calendário. Como o jogo contra o São Paulo, pela 30ª rodada do Brasileirão será no domingo, o técnico Guto Ferreira ganhou alguns dias para preparar a equipe que vai tentar o terceiro triunfo sob o seu comando. O tempo, aliás, pode ser um grande aliado do treinador. 

Diante do São Paulo, o Bahia tem dois retornos certos. Após cumprirem suspensão pelo terceiro cartão amarelo, os laterais Nino Paraíba e Matheus Bahia voltam a ficar à disposição do treinador. A novidade maior, no entanto, deve ficar no ataque, já que o atacante Rossi voltou a treinar com o elenco e deve ser liberado para atuar. 

Titular absoluto, Rossi tem sido fundamental para o Bahia em 2021, afinal, é o principal garçom do time, com 10 passes para gol. O camisa 7 não entra em campo desde o dia 4 de setembro, quando sofreu lesão na coxa durante a vitória por 4x2 sobre o Fortaleza. Com o jogador de volta ao grupo, Guto passa a contar com um leque maior de possibilidades para armar o ataque. 

Se optar pela entrada de Rossi, o treinador vai ter que mudar o atual esquema. Desde a chegada de Gordiola, Juninho Capixaba e Raí Nascimento se firmaram pelos lados do campo. Logo, um dos dois perderia a posição. Pela lógica, o mais ameaçado é Raí, que costuma jogar na direita. Mas o treinador tem alguns cenários para explorar. 

Uma das alternativas seria puxar Raí Nascimento para o lado esquerdo. Nesse caso, Guto poderia colocar Capixaba no banco, ou recuar o lateral para a posição de origem e sacar Matheus Bahia da equipe. 

Em uma outra configuração, Raí pode ser puxado para o meio-campo, ocupando a vaga que era de Mugni, que está machucado. O argentino, aliás, é mais um que vai ser avaliado para saber se terá condições atuar.       

No bolo
Não é apenas o retorno de Rossi que pode acirrar a disputa por uma vaga no ataque. Titular no empate sem gols com o Juventude, o garoto Ronaldo é outro que pretende colocar uma dúvida na cabeça de Gordiola. Ele conta que não esperava ser o escolhido do treinador no Rio Grande do Sul, mas agora projeta sequência. 

“Para mim é um momento mais do que especial, não sabia que ia começar de titular, que ia ter essa responsabilidade. Fiquei muito feliz pela oportunidade, sei que não fui muito regular, mas posso ir melhorando no decorrer do campeonato e estamos trabalhando por isso”, disse.

Apesar de ter atuado pelas beiradas, Ronaldo não esconde que prefere fazer a função de centroavante, característica em que foi moldado na base. Ele afirma, porém, que está pronto para jogar onde o Bahia precisar, mesmo sabendo que a disputa é pesada com Gilberto e Rodallega.  

“Se eu falar que não tenho posição definida estaria mentindo. Gosto de jogar de centroavante, mas pelas pontas também não vejo dificuldade. Acho que meu potencial, que é a velocidade e a força, cabe bem”, comentou ele, para depois finalizar. 

“Disputa melhor do que essa é impossível, o artilheiro do campeonato. O apoio que eles me dão é inacreditável, é muito difícil ver pessoas como eles para me apoiar, independente do lado do campo que esteja”.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas