Com ruas alagadas, morador usa caiaque para se locomover pela Ribeira; vídeo

em alta
05.12.2021, 11:54:56

Com ruas alagadas, morador usa caiaque para se locomover pela Ribeira; vídeo

Região da Cidade Baixa foi uma das mais atingidas pela chuva deste domingo

Com o cacau que caiu na manhã deste domingo, a rua Juçara, na Ribeira, ficou praticamente intransponível. Isso se, claro, você estiver de carro.

Um morador, mais ligeiro e acostumado com os constantes alagamentos que atingem a Cidade Baixa, catou o único meio de transporte que possibilitava a livre locomoção: um caiaque.

Um vídeo mostrando o remador de enchentes foi compartilhado nas redes sociais. Já o narrador, enquanto gravava a cena pitoresca, denunciava o abandono da região.

"Tem que andar de barco se quiser trabalhar. Basta cair 5 minutos de chuva para todo mundo ficar ilhado em casa. A única solução é sair de barco. Complicada a nossa situação", diz o narrador.

No vídeo, é possível ver que a força da água é tão forte que o morador nem precisa remar para andar. Basta seguir a correnteza. Apesar disso, outros transeuntes apareceram para ajudá-lo. "Aqui ta fundo", aponta um navegador, mostrando o caminho mais propício para o canoísta.

Saiba mais: Forte chuva provoca alagamentos e deslizamentos de terra em Salvador

A região da Cidade Baixa foi uma das mais atingidas pela forte chuva deste domingo. De acordo com a Codesal, das 0h às 10h caíram 53,6 mm de água na região.

Ainda segundo a Defesa Civil soteropolitana, a previsão é de que a chuva dê uma trégua na tarde de hoje, obrigando, se tudo der certo, o morador da 'CBx' a guardar novamente o caiaque.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas