Concursos: mais de 6 mil oportunidades para quem quer ser policial

concursos
06.07.2020, 06:00:00
Atualizado: 06.07.2020, 06:48:10
PRF e PF abrem a esperança dos candidatos que esperavam grandes concursos ainda em 2020 (Nelson Antoine/Shutterstock)

Concursos: mais de 6 mil oportunidades para quem quer ser policial

Polícia Civil do Distrito Federal lançou edital para 1,8 mil vagas; PF e PRF pedem, juntas a abertura de 4,2 mil postos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Nesse momento de suspensão de processos seletivos e concursos por todo o Brasil, o anúncio de solicitações de seleção para as carreiras policiais na Polícia Federal (PF), com 1.508 vagas para carreiras diversas, e na Polícia Rodoviária Federal(PRF), com a perspectiva de 2.772 vagas, além do lançamento do edital da Polícia Civil do Distrito Federal, que abriu 1.800 vagas para agente de polícia, acalentou as esperanças de quem está aguardando uma oportunidade no serviço público.

O Concurso da PCDF, publicado no dia 01 de julho, está sob a responsabilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e vai atender àqueles candidatos que já possuem nível superior. As inscrições serão abertas no próximo 18 de agosto e se encerram no dia 09 de setembro, no endereço eletrônico: www.cebraspe.org.br/concursos/pc_df_20_agente. O valor da taxa de participação é de R$ 196.

A previsão é que as provas sejam realizadas em 18 de outubro. Das 1.800 vagas, 600 são para ingresso imediato e 1.200 formarão um cadastro de reserva. O edital diz que a remuneração inicial será de R$ 8.698,78, no entanto, os subsídios da PCDF foram reajustados, e os novos valores já constam na Lei nº 11.361/2006, que fixa os subsídios da PCDF.  Para o cargo de Agente de Polícia, o subsídio inicial passou a ser R$ 9.394,68 e pode chegar a R$ 14.851,63.

O certame será feito em duas fases, sendo que a primeira será constituída da prova objetiva, que tem caráter eliminatório e classificatório. Haverá também a prova discursiva que tem as mesmas características da prova objetiva. A primeira fase terá ainda os exames biométricos e a avaliação médica, a prova de aptidão física, a avaliação psicológica, a sindicância de vida pregressa e investigação social, todas com o caráter eliminatório. A segunda etapa será o curso de formação profissional. 

PRF e PF
Em suas redes sociais, o diretor executivo da PRF José Lopes Hott Júnior falou da perspectiva que a seleção ocorra ainda esse ano e que o edital pode ser aprovado a qualquer momento. “O concurso será nacional, mas a prioridade será dada para as áreas de difícil provimento”, afirmou.

Na PRF, a distribuição de vagas respeitará 2.634 para nível superior e 138 para agente administrativo, com nível médio. Vale salientar que os candidatos precisam ter graduação em qualquer área e carteira de habilitação à partir da categoria B. As remunerações variam entre R$10.357,88 e R$4.022,77.

Já a Polícia Federal, que havia feito uma solicitação no ano passado para 4.060 vagas que foram indeferidas pelo Ministério da Economia. A nova solicitação prevê 1.508 vagas, sendo que 100 delas deverá ser para a função de delegado, 540 para agente de polícia, 300 para escrivão e 349 pra agente administrativo. 

O professor André Malheiros salienta a importância de não descuidar dos testes de aptidão física, língua portuguesa, redação e informática (Foto: Divulgação)

O professor e advogado André Malheiros lembra que enquanto os editais da PF e PRF não saem, não existe razão para perder tempo. “O candidato pode pegar os editais anteriores e começar a treinar as questões, lembrando que para cada cargo, há uma diferença nos níveis e nos conteúdos cobrados”, orienta. Outra sugestão importante do professor diz respeito aos conteúdos de redação, língua portuguesa e informática. “Muitos estudantes acreditam que como a língua portuguesa é usada no cotidiano, não há necessidade de se dedicar ao estudo dela. O problema é que língua portuguesa e redação reprovam e têm comprometido os resultados de muitos estudantes”, salienta. O professor chama também atenção para os tópicos de informática e aptidão física. “As pessoas estão em casa nesse momento e precisam atentar que essas etapas são eliminatórias e precisam ter a atenção necessária no processo preparatório”, finaliza. 

Confira os cargos da PF

•    Delegado de Polícia Federal: 100 vagas
•    Agente de Polícia Federal: 540 vagas
•    Escrivão de Polícia Federal: 300 vagas
•    Papiloscopista: 60 vagas
•    Administrador 21 vagas
•    Arquivista 8 vagas
•    Assistente Social 10 vagas
•    Bibliotecário 1 vaga
•    Contador 9 vagas
•    Economista 3 vagas
•    Enfermeiro 3 vagas
•    Engenheiro 1 vaga
•    Estatístico 4 vagas
•    Farmacêutico 1 vaga
•    Médico 65 vagas
•    Nutricionista 1 vaga
•    odontólogo 11 vagas
•    Psicólogo 5 vagas
•    Técnico em Assuntos Educacionais 13 vagas
•    Técnico em Comunicação Social 3 vagas
•    Agente Administrativo 349 vagas

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas