Confira a programação oficial da Festa de Iemanjá

salvador
29.01.2020, 19:02:00
Atualizado: 29.01.2020, 19:02:08

Confira a programação oficial da Festa de Iemanjá

Celebrações começam um dia antes, com a abertura do caramanchão

A programação que dá início aos festejos começa no dia anterior, sábado (1º), com a abertura do caramanchão que será montado do lado da Colônia de Pescadores Z1, às 7h. No local, os devotos depositarão os balaios e presentes que serão levados para Iemanjá.

Já no domingo (2), a partir das 5h, haverá uma alvorada de fogos de artifício para marcar a chegada do presente principal (que é mantido em segredo pela colônia de pescadores) ao Rio Vermelho. Na madrugada do mesmo dia, antes das homenagens à Iemanjá, acontecerá uma celebração a Oxum, orixá das águas doces, a partir de 2h30, no Dique do Tororó.

No Rio Vermelho, a procissão para entrega do presente no mar acontece às 15h30, quando cerca de 500 balaios serão ofertados. O encerramento oficial será às 18h, mas as festas seguem durante a noite. A expectativa dos organizadores é que a festa reúna entre 700 mil a 800 mil pessoas.

História
A festa em homenagem a Iemanjá teve início em 1923, quando um grupo de 25 pescadores resolveu oferecer presentes à mãe das águas. Nesta época, os peixes estavam escassos no mar. Desde então, todos os anos os pescadores pedem a Iemanjá que lhes dê fartura de peixes e um mar tranquilo.

Conta a tradição dos povos iorubás que Iemanjá era a filha de Olokum, deus do mar. Ele a teria dado uma garrafa e recomendado que só abrisse em caso de necessidade. Um dia, em fuga de Okerê, o marido que a ofendeu, ela tropeçou na garrafa, que se quebrou, fazendo surgir um rio de águas tumultuadas que levou Iemanjá ao oceano. Desde então, a rainha das águas não voltou mais para a terra.

Tradição renovada
Uma série de superstições ronda a celebração. Por exemplo, se o presente for encontrado na beira da praia é porque a divindade não gostou da oferta. Todos os anos, é preparado um presente principal pelos pescadores, que só é revelado no dia das homenagens.

Nos últimos anos, aliás, campanhas de conscientização têm sido realizadas para a preservação do meio ambiente durante a entrega desses presentes. A recomendação é de que as pessoas adotem presentes biodegradáveis, como uma forma de cuidado com a natureza. Entre os exemplos de atitudes sustentáveis estão o uso de flores naturais e despejo de perfume sem jogar o frasco no mar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas