Confira programação religiosa da Semana Santa em Salvador; sexta (12) tem procissão

salvador
11.04.2019, 04:30:00
Atualizado: 11.04.2019, 11:57:05

Confira programação religiosa da Semana Santa em Salvador; sexta (12) tem procissão

Ao todo, 102 paróquias receberão missas e celebrações especiais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Semana Santa terá uma programação especial para os católicos. A partir de domingo (14), Salvador já terá missas, celebrações e eventos em homenagem à festa religiosa que lembra a morte e ressurreição de Cristo. A preparação, no entanto, já começa amanhã (12) no Santo Antônio Além do Carmo, que recebe a procissão do encontro.

O arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, e os bispos auxiliares, dom Estevam dos Santos Silva Filho, dom Marco Eugênio Galrão e dom Hélio Pereira dos Santos, presidirão atos na Arquidiocese de Salvador e nas outras 101 paróquias da cidade.   

Leia também: Praça Municipal recebe no final de semana espetáculo sobre Paixão de Cristo

A Semana Santa começa oficialmente neste domingo (14), quando é comemorado o Domingo de Ramos. Neste dia, às 7h30, os fiéis se encontrarão na Praça do Campo Grande e seguirão em procissão até a Praça Municipal, onde dom Murilo Krieger presidirá uma missa. 

Depois da abertura, a programação só será retomada na quarta-feira (17) com a chamada procissão do encontro. Neste dia, às 12h30, a missa será celebrada na Igreja da Ajuda (Centro Histórico). Depois, a imagem do Senhor Bom Jesus dos Passos será conduzida até a Igreja de São Domingos de Gusmão (Terreiro de Jesus), onde se encontrará com a imagem de Nossa Senhora das Dores.

Juntas, as duas estátuas percorrerão pelas ruas do Centro Histórico até retornarem à Igreja da Ajuda. A saída da imagem do Senhor Bom Jesus dos Passos está prevista para acontecer às 13h30.

No dia seguinte, na Quinta-feira Santa (18), dom Murilo, presidirá a chamada Missa do Crisma e da Renovação das Promessas Sacerdotais. Neste dia, às 8h30, todo o clero da Arquidiocese de Salvador participará da celebração que, este ano, acontecerá na Catedral Basílica.

Nesta cerimônia, o arcebispo realiza o rito de bênção dos óleos que serão usados no Batismo e no Crisma, e o óleo da Unção dos Enfermos. Nesta celebração, os padres também renovam as suas promessas.

Já na Sexta-feira da Paixão (19), a partir das 15h, na Igreja São Domingos de Gusmão (Terreiro de Jesus), dom Murilo presidirá a Liturgia da Paixão. Depois da celebração, os fiéis sairão em procissão carregando as imagens do Senhor Morto e de Nossa Senhora das Dores, relembrando os últimos passos de Jesus, no caminho até o calvário.

A partir das 17h, na Catedral Basílica, acontecerá a veneração da imagem do Senhor Morto.

A programação será encerrada no fim de semana, com a vigília pascal, que começa às 18h de sábado (20) e vai até as 10h do Domingo de Páscoa (21), quando haverá uma missa na Catedral Basílica.

Programação

Procissão do Encontro 
Sexta-feira (12)
Igreja de Santo Antônio Além do Carmo
Horário: 16h

Procissão de Ramos
Domingo (14)
Da Praça do Campo Grande até a Praça Municipal
Horário: 7h30

Procissão do Encontro 
Quarta-feira (17)
Missa na na Igreja da Ajuda (Centro Histórico), seguida de procissão 
Horário: 12h30

Missa do Crisma 
Quinta-feira (18)
Missa na Catedral Basílica
Horário: 08h30

Liturgia da Paixão 
Sexta-feira (19) 
Missa na Igreja São Domingos de Gusmão (Terreiro de Jesus), seguida de procissão
Horário: 15h
Após procissão, veneração da imagem do Senhor Morto, a partir das 17h.

Vigilia Pascal 
Sábado (20)
Catedral Basílica. 
Horário: A partir das 18h

Missa de Páscoa 
Domingo (21)
Catedral Basilica
Horário: 10h

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas