Coreias do Norte e do Sul trocam disparos em fronteira

mundo
03.05.2020, 11:32:08
Atualizado: 03.05.2020, 11:33:47
(AFP)

Coreias do Norte e do Sul trocam disparos em fronteira

Governo sul-coreano tenta evitar escalada das tensões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Tropas das Coreias do Norte e do Sul trocaram tiros ao longo da fronteira dos dois países neste domingo, segundo militares da Coreia do Sul. Foi o primeiro incidente do tipo desde que as duas nações adotaram medidas, em 2018, para reduzir animosidades. O evento deste domingo não deixou feridos em nenhum dos lados nem deve evoluir para uma escalada de tensões, conforme observadores locais.

Autoridades de Seul informaram em comunicado que as tropas norte-coreanas dispararam várias vezes na direção de um posto de guarda sul-coreano dentro da zona de fronteira. A Coreia do Sul respondeu com um total de 20 disparos em duas ocasiões, antes de fazer uma transmissão de alerta, conforme o documento. Uma fonte das forças sul-coreanas disse em condição de anonimato que análise preliminar do governo do país apontou que os ataques da Coreia do Norte provavelmente não foram uma "provocação calculada" e que a Coreia do Sul continuará avaliando se houve alguma motivação para o ocorrido.

O governo sul-coreano enviou neste domingo uma mensagem às autoridades norte-coreanas afim de evitar uma escalada nas tensões, mas o país não respondeu imediatamente, segundo militares do sul. A troca de tiros ocorre um dia após a mídia estatal da Coreia do Norte ter divulgado fotos de Kim Jong-un em uma cerimônia que marcou a conclusão de uma fábrica de fertilizantes em Sunchon, província de Phyongan do Sul. A ausência de Kim Jong-un durante 20 dias havia desencadeado rumores globais de que ele poderia estar gravemente doente.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas