Corpo de Bombeiros decreta extinção dos incêndios florestais na Chapada Diamantina

bahia
12.10.2020, 19:11:14
Atualizado: 12.10.2020, 23:03:05
(Bombeiros sobrevoaram área afetada no final da tarde desta segunda (Foto: Paula Fróes/GOVBA)

Corpo de Bombeiros decreta extinção dos incêndios florestais na Chapada Diamantina

Nenhum foco de incêndio foi identificado na área atingida durante sobrevoo realizado no final da tarde desta segunda

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia decretou a extinção dos incêndios florestais na região da Chapada Diamantina após uma semana de atuação dos bombeiros militares, com auxílio de moradores e voluntários, na região. Em sobrevoo realizado no final da tarde desta segunda-feira (12), nenhum foco de incêndio foi identificado na área atingida, que era monitorada. 

O prazo inicial de 72h para a decretação do encerramento das atividades foi antecipado por vários fatores, dentre eles, os 53 milímetros de chuva que caíram na região na última noite e madrugada desta segunda, afirma o capitão Murilo Rocha, comandante da operação.

“Já no primeiro monitoramento que realizamos hoje por volta de meio-dia, foi possível constatar que toda a extensão atingida pelo incêndio está completamente encharcada e os rios estão bastante cheios. Em alguns pontos os rios transbordaram e isso demonstra que houve uma grande precipitação pluviométrica. Pelo grande acúmulo de água, podemos garantir que o incêndio está extinto”, afirma o capitão. 

Com o fim dos incêndios na região, os bombeiros, brigadistas e demais órgãos encerram todas as atividades na base montada em Mucugê na manhã de terça-feira (13). A cidade tinha a situação mais preocupante no último sábado (10).

De acordo com relatório obtido pelo CORREIO, a estimativa é que a área queimada alcançou 3.484 hectares entre os parques municipais Rota das Cachoeiras (de Andaraí), de Mucugê (Projeto Sempre Viva) e Parque Nacional da Chapada Diamantina.

Em sobrevoo, nenhum foco de incêndio foi encontrado
Em sobrevoo, nenhum foco de incêndio foi encontrado (Foto: Paula Fróes/GOVBA)

As chamas já tinham sido controladas com ajuda da chuva, mas a área afetada ainda era monitorada pela existência de pequenos focos, informou a Secretaria estadual da Comunicação (Secom) do Governo do Estado no início da tarde deste segunda.

O combate aos incêndios na região foi iniciado pelos bombeiros militares em 6 de outubro. Desde então, o Governo do Estado enviou seis aviões air track e um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar para auxiliar na contenção das chamas.

O trabalho contou com o empenho de 37 bombeiros militares e mais de 200 brigadistas ligados a órgãos ambientais e voluntários.

As seis aeronaves lançaram mais de 450 mil litros de água na área atingida e realizaram 105 horas de voos. Com o helicóptero foram 16 horas de voos distribuídas entre atividades de monitoramento, lançamento e extração de  bombeiros e brigadistas. A aeronave também foi utilizada para a entrega de equipamentos e refeições aos combatentes que se encontravam em área de difícil acesso.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas