Daniel diz que Bahia entrou desligado e cobra mais atenção do time

e.c. bahia
03.02.2021, 23:59:00
Atualizado: 04.02.2021, 00:12:28
Daniel reconheceu que o Bahia esteve abaixo do esperado na derrota para o Fluminense (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Daniel diz que Bahia entrou desligado e cobra mais atenção do time

Meia lamentou derrota do Esquadrão para o Fluminense

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O que poderia ser um jogo para criar gordura na luta contra o rebaixamento, se transformou em transtorno para o Bahia. Na noite desta quarta-feira (3), o Esquadrão perdeu para o Fluminense, por 1x0, na Fonte Nova, e corre risco de terminar a rodada dentro do Z4.

Após a partida, o meia Daniel reconheceu que o time não fez um bom jogo e cobrou mais atenção da equipe.

"Começamos o jogo muito lentos. Eu mesmo errei passes aqui no jogo por desatenção. Começamos a jogar depois que tomamos o gol. Agora temos que voltar mais ligados, com muito mais vontade. Temos mais 45 minutos e temos totais chances de empatar e virar o jogo", analisou o camisa 8.

Outro que saiu de campo lamentando foi o atacante Alesson. Ele entrou no segundo tempo e teve a chance do empate no finalzinho, mas viu o goleiro Marcos Felipe crescer e impedir o tento.

"Tive a chance no final, mas o goleiro deles fez uma bela defesa. É levantar a cabeça, tem mais quatro finais para terminar o campeonato bem, fazer a nossa parte e conseguir o nosso objetivo", disse.

O próximo compromisso do Bahia será contra o Goiás, neste sábado (6), às 19h, na Fonte Nova. O alviverde soma 32 pontos e também tenta escapar da degola. O Bahia tem 36, e antes de pegar o Goiás precisa secar Fortaleza e Sport para não voltar ao Z4.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas