De olho no mercado: TI contratará 70 mil profissionais por ano até 2024 

estúdio correio
30.11.2021, 06:00:00
Patrick de Carvalho, aluno Senai (Foto: Giberto Jr/Coperphoto/Sistema FIEB)
Estúdio Correio -

De olho no mercado: TI contratará 70 mil profissionais por ano até 2024 

SENAI BAHIA oferece vagas em cursos técnicos com conclusão em 18 meses  

Muito antes da pandemia, a área de Tecnologia da Informação já vinha registrando um crescimento constante, mas não há como negar que a chegada das restrições impostas pela covid-19 aumentou bastante a necessidade de suporte dos profissionais que trabalham nessa área, abrindo assim uma série de novas oportunidades para o setor. Insatisfeita com o emprego na área de RH, Elisete Cristina Vidotti da Rocha, que já tinha passado por uma graduação em Arquitetura e Urbanismo, decidiu ingressar no curso de Desenvolvimento de Sistemas. “No fim de 2019, eu já estava insatisfeita com o meu emprego e, pesquisando, vi que TI era uma área que estava dando boas oportunidades. Então decidi tentar o curso técnico por ser mais rápido do que uma graduação”, explica. 

Após o primeiro mês de aula, porém, Elisete foi pega de surpresa pela chegada da pandemia. Já planejando sair do emprego, passou a se dedicar mais aos estudos. “Quando entrei no curso, tudo era novidade, eu não sabia escrever uma linha de código e ainda estava em dúvida se tinha feito a melhor escolha, mas logo me apaixonei pela área”, relata. “No SENAI BAHIA, os professores têm uma excelente visão de mercado e nos ajudam a encontrar a melhor direção em uma área tão ampla. Além disso a objetividade do curso me permitiu rapidamente conseguir um estágio e, antes mesmo do fim, estar empregada com carteira assinada”, conta. 

De acordo com o seu último Relatório Setorial Macrossetor de TIC da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom), divulgado em 2020, a previsão é de que até 2024 o mercado de Tecnologia da Informação (TI) demandará por cerca de 420 mil profissionais capacitados para atuar no setor, uma média de 70 mil por ano até 2024.  O desafio em suprir a demanda está na necessidade por qualificação, papel que o SENAI desempenha na Bahia através da oferta dos cursos Internet da Coisas – IOT, Cibersistemas para Automação, Informática para Internet, Desenvolvimento de Sistemas e Redes de Computadores, que estão com matrículas abertas. 

O coordenador de curso, Marcos Rocha, explica que uma das grandes vantagens da proposta pedagógica do SENAI é oferecer uma formação na qual o aluno “põe a mão na massa” desde o início da formação, com toda infraestrutura de laboratórios e suporte de profissionais qualificados que permitem ao estudante chegar ao mercado de trabalho pronto para responder aos desafios. “É comum que os nossos alunos tragam retornos positivos ao fim do curso, pois o mercado tem uma ótima aceitação dos profissionais que formamos aqui no SENAI BAHIA. Hoje, inclusive, o profissional de TI brasileiro é muito bem aceito no exterior”, explica.

“Uma das mudanças que a pandemia trouxe para o setor foi a derrubada das barreiras geográficas. Temos alunos aqui que já em seu primeiro emprego conseguiram oportunidades fora da Bahia”, completa o coordenador.

Para o ex-aluno do curso de Desenvolvimento de Sistemas e atual bolsista do SENAI BAHIA, Patrick Correia de Carvalho, as oportunidades que a formação na instituição oferece vão muito além de vagas de emprego. “O SENAI carrega um nome muito forte, por isso, as empresas procuram profissionais formados lá. Além disso, o que considero diferencial é a oportunidade de participar de mostras e competições. Eu, por exemplo, estou tendo a chance de representar a Bahia e o Brasil na Worldskills, a maior competição de ocupações profissionais do mundo, e isso tem me proporcionado um grande crescimento profissional”, aponta. 

Tendências 

Um dos campos da Tecnologia da Informação com mais oportunidades é a área de Cibersegurança. A digitalização das empresas e desenvolvimento do e-commerce, impulsionados pela pandemia, fizeram com que a procura por profissionais habilitados em segurança de redes explodisse, ampliando as oportunidades de trabalho para técnicos nesta área.  

O professor José Marivaldo Aragão cita casos recentes de ataques a grandes empresas, como Ifood e Renner, que têm feito os profissionais que atuam diretamente com cibersegurança se valorizarem ainda mais no mercado. “Como um setor que tem o constante aprimoramento no seu DNA, o profissional que atua nele e está preparado, tem se destacado. E essa tendência seguirá crescente nos próximos anos”, afirma.  

O SENAI BAHIA está com matrículas abertas para os cursos técnicos até 20 de dezembro com desconto de 40% na 1ª mensalidade. Para mais informações sobre as oportunidades de cursos, bolsas e descontos acesse: tecnicosenai.com.br.


O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas