Desfile alerta para a desigualdade de gênero em Salvador

salvador
17.04.2019, 11:05:00
Atualizado: 17.04.2019, 15:28:19
A mensagem de respeito às mulheres será passada por 80 jovens e adultos (Divulgação)

Desfile alerta para a desigualdade de gênero em Salvador

Espetáculo é dirigido pelo modelo vencedor das seletivas nos bairros do Afro Fashion Day

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A desigualdade de gênero é uma realidade. Em pleno o século XXI, o mercado de trabalho ainda é dominado pelos homens, a participação feminina na política e em cargos privados sêniores é inferior à masculina e a presença delas em setores emergentes de tecnologia, como o de Inteligência Artificial, ainda é insignificante, quando se trata de quantidade. No Brasil a situação é ainda mais complicada. De acordo o relatório do ano passado do Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês), o país ficou na 95ª posição no ranking que traçou o panorama da igualdade de gêneros em 149 países sob os aspectos político, econômico, educacional e de saúde.

A situação se agrava quando falamos das mulheres negras. Ainda segundo o estudo do WEF, a diferença racial faz com que elas recebam menos de 60% dos salários dos homens brancos e possuam renda média mensal 40% menor que as mulheres brancas. Com o intuito de ajudar a mudar esta realidade, empoderar o público feminino, especialmente do Subúrbio Ferroviário de Salvador, e levar para o público a importância de respeitar e denunciar casos de abusos contra a mulher, um desfile manifesto, intitulado como “Entre Elas”, será realizado no dia 04 de maio, no Centro Cultural Plataforma, na Praça São Brás.

Grupo durante o ensaio para o desfile manifesto do projeto Focus Moda & Produção (Foto: divulgação)

No palco, em uma mistura de moda e teatro, a mensagem de respeito às mulheres será passada por 80 jovens e adultos com idades entre 4 e 25 anos. Todos participantes pertencem ao grupo Focus Moda & Produção, idealizado por Jonas Bueno, vencedor das seletivas nos bairros do Afro Fashion Day 2018. O espetáculo tem classificação livre. O ingresso custa R$ 15 e pode ser adquirido antecipadamente no Casarão da Diversidade, no Pelourinho, ou no dia do espetáculo, na bilheteria do Centro Cultural Plataforma. O valor arrecadado será integralmente destinado para o sustento do projeto, que não tem patrocínio público ou privado.

Oportunidade artística
Jonas Bueno criou o Focus Moda & Produção por acreditar na capacidade dos jovens em vulnerabilidade de ser artista. E podemos dizer que deu certo. A estudante Taine Moraes, 19 anos, é uma das primeiras alunas do projeto. Ela conta que não acreditava em si mesma antes de pertencer a família Focus. “Eu tinha baixa autoestima. Hoje, a Focus me ensinou que eu devo me aceitar do jeito que sou. O projeto é importante tanto para mim quanto para outros jovens por conta das oportunidades para quem não tem condições financeiras de pagar um curso de moda, teatro, dança” conta a menina que sonha em seguir a carreira de modelo e dançarina.

Além de Taine, o Focus Moda & Produção já ajudou a transformar mais de 1.800 jovens da periferia da capital baiana por meio da arte durante os seus quatro anos de existência. O desfile manifesto foi criado em 2016. De lá para cá, já foram 15 espetáculos, que já abordaram diversos temas, como a diferença racial e a intolerância religiosa.

 “O projeto foi criado com o intuito de dar oportunidade aos jovens de ter contato com a arte e a moda de uma maneira diferente. Ao longo desses anos como modelo profissional, percebi que faltava inclusão de perfis reais, e não só de perfis comerciais. E também mostrar que não somos somente um pedaço de carne levando qualquer tipo de tecido, que podemos ir muito além de uma passarela. Por isso criei o projeto com intenção de potencializar os estudos na área da arte e da cultura”, explica Jonas Bueno, idealizador e realizador do desfile manifesto Entre Elas.

O Focus Moda & Produção já ajudou a transformar mais de 1.800 jovens da periferia da capital baiana (Foto: divulgação)

Quem tem o sonho de ser modelo ou artista e quiser pertencer ao grupo, basta entrar em contato por alguns dos canais de comunicação do projeto. Pode ser pelo Instagram (@focusmodaproducoes) ou no WhatsApp (71) 99351-0397. O Focus funciona no Subúrbio 360, em Vista Alegre, no Centro Cultural Plataforma e no Casarão da Diversidade, no Pelourinho.

Foi desta forma que a moradora do Alto da Teresinha, no Subúrbio Ferroviário, Jaqueline Sabino, 19, entrou no projeto há dois anos. Ela se sentiu atraída pela diversidade das atividades desenvolvidas pelo grupo. “A Focus não trabalha só com a moda. Tem teatro, dança, música, entre outros. Para mim, o projeto virou a minha segunda família”, relata.

Afro Fashion Day
A noite do dia 12 de novembro do ano passado ficou na memória das cerca de 200 pessoas que foram ao Teatro Eva Herz (Livraria Cultura), no Salvador Shopping, para assistir à grande final das seletivas de bairro para modelos não agenciados promovida pelo Afro Fashion Day (AFD), projeto do CORREIO realizado em homenagem ao mês da Consciência Negra. Porém, para Jonas Bueno, 25, foi ainda mais especial. Ele ficou em 1º lugar da seletiva masculina. "Nós não somos só pedaço de carne para mostrar tecido, somos pessoas", destacou, na época, o jovem morador do bairro Fazenda Coutos III.

De 518 inscritos nas cinco seletivas feitas no Curuzu, Plataforma, Tancredo Neves, Pelourinho e Itapuã, Jonas e Leideane Oliveira foram os grandes vencedores da final e desfilaram no dia 24 de novembro, quando foi realizado o AFD 2018, no Museu du Ritmo. 

Jonas Bueno carregou o número dez no peito e levou o primeiro lugar na final das seletivas nos bairros do Afro Fashion Day (Foto: acervo pessoal)


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-da-lapinha-falam-ao-contrario-e-tem-um-dialeto-o-gualin/
Há meio século, falar ao contrário é considerado sinal de pertença para os moradores “raiz” do bairro da Lapinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/elza-soares-aos-90-e-cheia-de-projetos/
Cantora lança releitura de 'Juízo Final' e faz live neste sábado (4), com participação de Flávio Renegado
Ler Mais