Donos de pousada e lancha são multados por levar turistas a ilha na Bahia

bahia
15.05.2020, 19:33:00
Atualizado: 15.05.2020, 20:27:05
Lancha foi flagrada por moradores (Foto: Leitor CORREIO)

Donos de pousada e lancha são multados por levar turistas a ilha na Bahia

Ao todo, dupla terá que pagar R$ 12 mil por descumprir decretos que restringem acesso à região de Morro de São Paulo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O dono de uma lancha e o proprietário de uma pousada foram multados, nesta quinta-feira (14), por transportar e hospedar turistas de forma clandestina no município-arquipélago de Cairu, no Baixo-Sul da Bahia.

O grupo de pessoas chegou a bordo da embarcação através da Praia da Gamboa, localidade vizinha a Morro de São Paulo, um dos principais destinos turísticos do estado. Eles foram flagrados por moradores, que denunciaram a situação à prefeitura.

A administração municipal restringiu desde 19 de março o transporte de chegada e saída da região para evitar a disseminação do coronavírus na cidade e suas ilhas, que têm baixa cobertura médica e dificuldades de deslocamento. Desde então seis lanchas já foram autuadas e multadas por descumprir a medida.

O serviço de hospedagem na cidade também já é proibido desde 30 de março, quando as renovações de check-in em hotéis e pousadas não foram mais permitidas. 

Após a Guarda Municipal e Polícia Militar confirmarem a chegada ilegal e observarem o descumprimento dos decretos, o dono da pousada foi multado em R$ 10 mil, valor máximo da multa do município. Segundo a prefeitura, o mesmo estabelecimento já havia sido autuado por conta de outras denúncias. O nome da pousada não foi informado.

Já o proprietário da lancha recebeu multa de R$ 2 mil, aplicada pela Secretaria Municipal de Administração. 

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Cairu)

Casos na cidade
Conforme o boletim epidemiológico desta sexta-feira, o município-arquipélago tem atualmente 10 casos confirmados de covid-19. Nove deles têm ligação com a primeira vítima da doença na cidade, que acabou indo a óbito. De acordo com a administração municipal, todos estão em isolamento domiciliar e permanecem sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde. Além deste, outras 47 pessoas com sintomas de gripe também estão sob monitoramento.

Na tentativa de reduzir a circulação do vírus e novas contaminações, a administração tem promovido a limpeza das ruas com detergente e hipoclorito de sódio, que tem ação desinfetante.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas