Elias diz que Bahia precisa resgatar confiança para voltar a vencer

e.c. bahia
28.09.2020, 15:37:00
Atualizado: 28.09.2020, 16:25:20
Elias deve ser a novidade entre os relacionados do Bahia para o confronto com o Botafogo (Foto: Bruno Queiroz/EC Bahia)

Elias diz que Bahia precisa resgatar confiança para voltar a vencer

Atual lanterna do Brasileirão, tricolor amarga jejum de nove jogos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A situação do Bahia no campeonato Brasileiro é delicada. Sem vencer há nove jogos, o tricolor bateu no fundo do poço da Série A e segura a lanterna da competição.

Quem está chegando agora tenta analisar os problemas da equipe e encontrar soluções para ajudar o time. Esse é o caso do volante Elias. Integrado ao elenco desde a última sexta-feira (25), ele diz que o tricolor parece ter perdido a confiança e precisa se recuperar logo para voltar vencer no campeonato.

"Pelo elenco, uma equipe muito forte, que venho acompanhando desde o ano passado, pelo trabalho do Roger [Machado, ex-treinador do Bahia]. Fez um campeonato muito bom. Neste ano, perdeu um pouco a confiança. Confiança se perde muito rápido. Para você retomar a confiança, demora. É trabalhar, não tem o que fazer. Trabalhar mais, tentar se empenhar mais nos jogos, ser mais duro com a partida, e vencer. Voltar a vencer. Não tem outro jeito. Para tirar o Bahia dessa situação, é voltar a vencer os jogos", disse o jogador.

Contra o Botafogo, nesta quarta-feira (30), às 21h30, no Engenhão, em jogo atrasado da primeira rodada, o Bahia vai ter a chance de quebrar o incômodo jejum. Elias deve ficar no banco pela primeira vez e ser opção para Mano entre os reservas.

"O Campeonato Brasileiro é longo. Estamos com um terço do campeonato, tem muita coisa ainda para acontecer. Outras equipes vão ter uma fase ruim como o Bahia está tendo. Vai de a gente sair o mais rápido possível dessa situação, não deixar acumular, para que a gente possa pensar em tirar o Bahia dessa situação. Não pode deixar para pensar nisso lá no final da competição, senão não consegue. Já tem que ser na próxima partida. E é isso que a gente vai tentar colocar em prática contra o Botafogo", continuou o volante de 35 anos.   

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas