Em entrevista, Jinki fala sobre mulheres negras nos games

tecnologia
29.06.2021, 06:00:00

Em entrevista, Jinki fala sobre mulheres negras nos games

Bate-papo como CORREIO vai ao ar às 21h desta terça-feira (29), no Instagram

As mulheres são maioria nos games, cerca 52% dos jogadores, de acordo com os números da Pesquisa Games Brasil (PGB) 2021. No entanto, o espaço conquistado por elas ainda é pouco, ainda mais se estivermos tratando de mulheres negras. “Resolvi ser streamer para ser a representatividade que eu procurava”, diz a paulista Gabriela ‘Jinki’, de 23 anos, que joga League of Legends (LoL).

Jinki, membro da equipe só de mulheres Garotas Mágicas e uma das streamers oficiais do SBT Games, conversou em vídeo com o jornalista e colunista de tecnologia do CORREIO Ivan Dias Marques, como parte da programação especial do CORREIO Gamer, uma série de bate-papos com gamers, streamers e outros profissionais da área para falar de carreira, formação, mercado, investimentos e muito mais realizada pelo CORREIO.

Jinki durante um streaming no Twitch (Foto: Reprodução)



Como pouco mais de um ano ‘streamando’, ela já conquistou um espaço importante e está em busca de mais do que seus cerca de 30 mil seguidores no Twitch, principal plataforma usada por streamers para publicar seus vídeos: ser uma referência e um apoio para meninas negras que sonham em entrar nessa área.

Confira o bate-papo às 21h desta terça-feira (29), no perfil do Instagram do CORREIO.

*O CORREIO Gamer conta com patrocínio da Oi Fibra
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas