Em novo recorde, Brasil registra 600 mortes por covid-19 em 24 horas

coronavírus
05.05.2020, 19:43:00

Em novo recorde, Brasil registra 600 mortes por covid-19 em 24 horas

Ao todo, são 7.921 óbitos no país; número de casos confirmados chega a 114.715

O Ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (5), que o Brasil chegou ao número de 7.921 mortes em decorrência do novo coronavírus. Com isso, o país bateu seu recorde de óbitos em 24 horas: foram 600 vítimas fatais notificadas em um dia - no balanço divulgado na segunda-feira (4), eram 7.321 mortes. O crescimento é de 8%

Desde o início da pandemia, a maior marca anunciada pelo Brasil, até então, era de 474 óbitos diários, registrados em 28 de abril. O número confirmado nesta terça, porém, não quer dizer que as 600 pessoas faleceram nas últimas 24 horas. 

"Destes 600 óbitos, 25 (pessoas) evoluíram para o óbito no dia de hoje, ou seja, morreram hoje. Cinquenta e um morreram ontem (segunda). Não são 600 óbitos que aconteceram nas últimas 24 horas. Algumas já tinham falecido lamentavelmente em decorrência do coronavírus e estavam em investigação", explicou Wanderson de Oliveira, secretário nacional de Vigilância em Saúde.

O número atual de casos confirmados é de 114.715. Na segunda, eram 107.780, o que representa um aumento de 6.935 novos diagnósticos (6,4%) entre os dois dias. Destes, 58.573 pacientes estão em acompanhamento (51,1%) e 48.221 pessoas (42%) são consideradas recuperadas. Ainda estão em investigação 1.579 óbitos.

São Paulo segue como o estado que concentra a maior parte das notificações, com 34.053 casos e 2.851 mortes. Rio de Janeiro é o segundo da lista, com 12.391 diagnósticos e 1.123 óbitos. Em terceiro, está o Ceará, com 11.470 pacientes e 795 fatalidades. Fechando o top 5 em número de infectados e de falecimentos por covid-19, aparecem Amazonas (8.109 e 649, respectivamente) e Maranhão (4.530 e 271).

Já o estado que registra menos casos confirmados é o Mato Grosso do Sul, com 283 diagnósticos e 10 mortos. Tocantins é o que menos teve óbitos por causa do coronavírus: foram 7 ao todo, com 303 pacientes.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas