Emocionados, médicos autônomos recebem primeira dose de vacina em Salvador

salvador
11.03.2021, 19:55:00
(Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Emocionados, médicos autônomos recebem primeira dose de vacina em Salvador

Imunização de categoria começou nesta quinta (11) em vários pontos da cidade

Alívio, emoção e esperança. Com essas palavras, a médica pediatra autônoma Carolina Martins resumiu o sentimento de tomar a primeira dose da imunização contra a Covid-19, na manhã desta quinta-feira (11). "A vacina era o que faltava para a gente poder exercer a profissão da melhor forma, ajudando na recuperação do próximo com segurança. A sensação é de muita felicidade", disse. 

Na lista encaminhada pelo Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) constam 14.170 profissionais de medicina na capital baiana. A inclusão deste público aconteceu após a provocação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) à Comissão Intergestores Bipartite da Bahia. O grupo autorizou a habilitação de oito categorias: médicos, fisioterapeutas, odontólogos, enfermeiros, técnicos de saúde bucal, técnico e auxiliar de enfermagem, doulas e cuidadores.

O primeiro dia teve movimento tranquilo na Faculdade Bahiana de Medicina. O autônome Márcio Teixeira afirmou que demorou pouco mais de 25 minutos até conseguir sua dose e brincou dizendo que esperava demorar mais e até cancelou alguns atendimentos no dia por conta da expectativa de uma fila grande.

A vacinação em trabalhadores médicos autônomos acontece das 8h às 17h, na Faculdade Bahiana de Medicina (Brotas) e Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), em formato drive-in e pontos fixos.

Para terem acesso às doses, os profissionais precisam estar com o nome na lista disponibilizada neste site. Também é necessário apresentar os seguintes documentos: carteira do conselho de classe, cópia do último imposto de renda, ou comprovante atualizado de pagamento do ISS, contrato de pessoa jurídica ativo ou última nota fiscal.

O médico autônomo Roberto Vilalva ressaltou a importância da imunização. "Tenho 45 anos atuando na área de medicina. Durante a minha vida inteira eu dei socorro e, hoje, peço socorro à ciência, através da vacina. É uma satisfação muito grande receber essa dose de esperança."

Vilalva destacou a eficácia da adoção de medidas de prevenção da doença. "Para sairmos desta grave crise, precisamos ter acesso à vacina. Mas, enquanto não chega para todos, temos que nos proteger, fazendo uso da máscara, lavando as mãos e mantendo o distanciamento".

Ainda não há um calendário para o ingresso das outras profissões previstas no calendário de vacinação. Os médicos autônomos também podem se vacinar 08 às 17h nas sedes do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), Associação Bahiana de Medicina (ABM) e o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed).

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas