Empresa alemã desenvolve nave espacial em formato de vulva

mundo
07.03.2022, 18:33:00
A “Vulva Spaceship” possui fibra de carbono no corpo, o que permite que a nave seja resistente a extremos de temperatura e eficiente na conservação de combustível, por ser feita de uma liga mais leve que o aço (Foto: Reprodução)

Empresa alemã desenvolve nave espacial em formato de vulva

Design inovador desafia modelos de naves falocêntricas

A empresa alemã WBF Aeronautics, desafiando os modelos fálicos da indústria espacial, desenvolveu uma nave feminista chamada "Vulva Spaceship", com o formato da parte externa da região íntima feminina. 

O projeto é encabeçado pela Dra. Lucia Hartmann, líder da WBF; e o coletivo feminista alemão Wer Braucht Feminismus? (no português, “Quem Precisa do Feminismo?”). A nave não só desafia os formatos fálicos, que lembram o órgão reprodutor masculino, mas o seu design é considerado "surpreendentemente aerodinâmico", enfrentando menos resistência durante uma possível navegação pela atmosfera. 

A “Vulva Spaceship” possui fibra de carbono no corpo, o que permite que a nave seja resistente a extremos de temperatura e eficiente na conservação de combustível, por ser feita de uma liga mais leve que o aço.

“O espaço é para todos. Com a nossa missão, queremos provar para o mundo que a igualdade de gênero também tem um lugar de discussão mesmo no espaço. Nós não estamos somente inspirando a viagem pelo espaço, mas também estamos reescrevendo a narrativa de gênero”, disse Jasmin Mittag, fundadora do Wer Braucht Feminismus e gerente de campanha para a Vulva Spaceship, ao site Olhar Digital.

A startup está coletando assinaturas para incentivar a produção em alta escala da nave com formato de vulva para agência de design europeia (ESA). Segundo a empresa, o projeto deve ser apresentado em 8 de março, no Dia Internacional da Mulher.

Naves com design fálico 
O empresário Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, viajou a bordo do foguete New Shepard em julho do ano passado, junto com outros três civis, incluindo o irmão do bilionário. O formato da nave, no entanto, chamou a atenção dos internautas. 

(Foto: divulgação)

Apesar do foguete de Bezzos ter chamado atenção, a maioria das naves seguem o mesmo design cilíndrico, como a Saturn V, usado na missão que levou o homem à lua. Mas esses modelos não são fruto de machismo, segundo princípios da física, é mais fácil equilibrar um cilindro longo e estreito do que outros formatos maiores. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas