Endividamento sobe para 64,1% e atinge 266 mil famílias em Salvador

donaldson gomes
26.06.2020, 05:30:00

Endividamento sobe para 64,1% e atinge 266 mil famílias em Salvador


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Inadimplência na pandemia
A pandemia do coronavírus provocou uma forte deterioração nas condições financeiras das famílias. Em Salvador, a taxa de endividamento subiu de 57,1% para 64,1%, atingindo o maior patamar desde junho de 2015, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Fecomércio-BA. Desde o início da crise, em março, o endividamento subiu 16,6 pontos percentuais, o que representa um aumento de 154,3 mil na quantidade de famílias que têm algum tipo de dívida. Atualmente são 594,2 mil famílias. A inadimplência também subiu em junho, de 21,6% para os atuais 28,7%, segundo o consultor econômico da Fecomércio-BA, Guilherme Dietze. “São 266 mil famílias que não conseguiram pagar as contas na data do vencimento”, explica Guilherme Dietze. As dívidas em atraso não devem ser pagas por 13% dos consumidores, segundo a pesquisa. “Atualmente, são 120 mil famílias em Salvador nesta situação mais delicada”, destaca Dietze.

Antecipação bem vinda
A Suzano, referência global na produção de bioprodutos a partir do eucalipto, decidiu apoiar micro e pequenos fornecedores afetados pela pandemia do novo coronavírus.            O foco são empresas com faturamento anual de até R$ 5 milhões e com grande dependência de receita proveniente de acordos com a Suzano. Foram identificados aproximadamente 700 fornecedores nestas condições, sendo 30 deles na Bahia. Para auxilia-los, a companhia decidiu antecipar os pagamentos das faturas com vencimento de até 90 dias. Além disso, adiantou até 20% do saldo em pedidos de compra em aberto, ou seja, não entregues mas já contratados. Como resultado, repassou cerca de R$ 15 milhões a esses parceiros a partir do mês de abril. A ideia é manter os fornecedores e ajuda-los a preservar os empregos de seus colaboradores. "Estamos falando de empresas de pequeno porte, fornecedoras de peça ou prestadores de serviço de limpeza, por exemplo, para quem a perda de receita neste momento é ainda mais sensível”, afirma Wellington Giacomin, Diretor de Logística e Suprimentos da Suzano. Além disso, a companhia estruturou um plano de consultoria em parceria com o Sebrae para oferecer treinamentos e contribuir com o desenvolvimento de fornecedores que têm mais de 50% de seu negócio atrelado a contratos com a Suzano. Aproximadamente 70 aderiram ao programa.

Da Bahia para o mundo 
O Conselho Consultivo do Fundo Comum de Commodities (CFC) da ONU vai realizar a sua 66ª reunião entre os dias 29 de junho e 02 de julho, via teleconferência. O encontro será presidido pelo economista e empresário baiano Wilson Andrade, também diretor executivo da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF).  Serão analisados nove projetos com investimentos totais de US$ 27 milhões e um possível aporte do CFC de US$ 12 milhões. Os nove projetos serão implantados no Brasil, Quênia, Zâmbia, Burundi, Bangladesh, Benin e Colômbia. Há um projeto do Oeste da Bahia selecionado para análise, para produção de quinoa,  no valor total de US$ 3 milhões que requer financiamento de US$ 1,5 milhão do CFC.

Clínica da Dor
Com um investimento aproximado de R$ 1 milhão, o Itaigara Memorial Hospital Dia inaugurou a Clínica da Dor. O investimento deve proporcionar mais de 3 mil atendimentos mensais entre consultas e procedimentos, gerando cerca de 20 novos empregos diretos. A estrutura possui cerca de 300 metros quadrados divididos entre seis consultórios, sala de procedimentos com 12 leitos, sala de fisioterapia e áreas de apoio como recepção, farmácia e sala de reuniões. A Clínica da Dor oferece atendimentos nas especialidades de Fisioterapia, Psicologia, Psiquiatria, Ortopedia, Neurologia, Nutrição e Algologia (médico da dor).

Covid-19
O superintendente do Itaigara Memorial Hospital Dia, Fábio Brinço, informa que os serviços médicos do grupo estão sendo oferecidos exclusivamente no Centro Médico Linus Pauling, no Itaigara. A unidade do Caminho das Árvores foi cedida temporariamente à Prefeitura de Salvador, para a instalação de uma unidade para atendimento a vítimas do coronavírus. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas