Equador vai enterrar mortos por covid-19 em caixões de papelão

coronavírus
06.04.2020, 17:28:00
Atualizado: 06.04.2020, 17:30:37
Caixões de papelão vão substituir os de madeira em Guayaquil (Foto: AFP)

Equador vai enterrar mortos por covid-19 em caixões de papelão

Mais afetada, cidade de Guayaquil vive crise no sistema funerário

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com sistema funerário abalado após o surto do novo coronavírus, a cidade de Guayaquil, no Equador, decidiu enterrar em caixões de papelão as vítimas da covid-19. A medida desobedece as normas sanitárias do governo do Equador. 

Centro econômico do país, Guayaquil vem sendo castigada desde o início do surto da doença. Nos últimos dias, vídeos de corpos espalhados pelas ruas da cidade viralizaram. Além das mortes, o local ainda foi afetado com a falta de caixões. Por isso decidiu usar caixas de papelão. 

A cidade recebeu a ajuda da Associação de Papeleiros Equatorianos, que fez doação de mil caixões de papelão pra os cemitérios locais.  "É para que possam cobrir a demanda de caixões, que estão em falta na cidade ou são extremamente caros", disse um porta-voz do conselho de Guayaquil.

Até agora, o Equador já registrou 3.649 casos do coronavírus. Destes, 2.524 são da cidade de Guayaquil. O país soma também 180 mortes pela doença.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas