Escolas municipais ainda têm 22 mil vagas para alunos; aulas começaram hoje

minha bahia
06.02.2019, 18:54:00
Atualizado: 07.02.2019, 10:42:14

Escolas municipais ainda têm 22 mil vagas para alunos; aulas começaram hoje

Interessados devem procurar a central de matriculas da Secretaria de Educação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A volta às aulas dos alunos da rede municipal de ensino de Salvador começou nesta quarta-feira (6). Ao todo, as 434 escolas de Salvador esperam receber 140 mil alunos já matriculados - são 162 mil vagas disponíveis. Quem ainda não regularizou sua situaçaão ainda pode fazer isso.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), os interessados devem procurar a central de matriculas do órgão, pelo telefone 3202-3102. No setor, os funcionários vão verificar as escolas que ainda têm disponibilidade  de vagas e qual a mais perto da residência do estudante. A pasta não informou para que nível de educação são as 22 mil vagas restantes. Há ainda a possibilidade de procurar a unidade de ensino de preferência para saber se restam vagas.

Ao todo, serão 200 dias de aula até 20 de dezembro. Entre os dias 28 de fevereiro e 10 de março, haverá um recesso para o Carnaval, com retorno no dia 11 de março. Já na rede estadual, o início das aulas será na próxima segunda-feira (11). 

Aulão inaugural
Um dia lúdico, onde as crianças puderam externar seu primeiro dia de aula através de desenhos. Assim foi a volta às aulas dos alunos da rede municipal de ensino de Salvador, nesta quarta-feira (6). 

“Gosto muito de estudar, brincar e fazer muitas coisas legais, como pintar”, disse Piettro dos Santos Vasconcelos, de 4 anos, que estava bastante animado durante aula inaugural da Creche e Pré-Escola Primeiro Passo de Cajazeiras VIII. Com papel e lápis em mãos, ele desenhou seus colegas de classe.

Durante a aula inaugural, os estudantes também receberam os materiais necessários para o ano letivo, como novo fardamento, diário escolar e material pedagógico. “Isso é muito bom para o desenvolvimento deles. Meu filho adora estudar aqui”, disse a dona de casa Lucila dos Santos, 37, mãe de Piettro. 

Aline de Almeida Santos, 35, que é mãe das gêmeas Bianca e Beatriz, 5, também está satisfeita com o serviço prestado pela instituição.

“[Gosto muito daqui]. Além de uma educação de qualidade, professores atenciosos, o fator de estar perto de minha casa, tem a questão da saúde. Não tive problema aqui, quando elas precisaram de uma alimentação diferenciada por causa de um problema de saúde”, contou.  

A aula inaugural da Creche e Pré-Escola Primeiro Passo de Cajazeiras VIII contou com as presenças do prefeito ACM Neto e do secretário municipal da Educação, Bruno Barral. “É muito importante começar garantindo a agenda regular da rede municipal, que inicia a aulas junto com a rede particular. Também, iniciar as atividades de maneira plena e completa, com entrega às crianças de todo o fardamento novo, material escolar, material didático e assegurando merenda de qualidade, assim como aos professores material de orientação em sala de aula”, declarou o prefeito.

Em discurso, o secretário Bruno Barral relembrou a manutenção da oferta de ensino em tempo integral para crianças de 2 e 3 anos, o que facilita a vida dos pais e responsáveis. “A educação feita aqui é para os alunos e para a família também”, disse. 

Materiais entregues
Ao todo, serão entregues para as unidades de ensino 307.106 fardas para os alunos da Educação Infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA) - o investimento é de aproximadamente R$ 3,2 milhões. Além disso, foram investidos R$ 3 milhões nos 129.428 kits escolares que os estudantes receberão. O item é composto por materiais escolares diferenciados por níveis de ensino.
 
Os alunos do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, por exemplo, receberão livros de apoio à preparação para a Avaliação Nacional da Educação Básica – Aprova Brasil, nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática, além de um material pedagógico, qu einclui itens como Diário da Família, Agenda da Creche e livros temáticos de Língua Portuguesa e Matemática, e temas próprios como Soteropolitanidade e (Particip)Ação Cidadã.
 
Já para os estudantes da Educação Infantil, serão entregues 14 mil exemplares do livro “O maior tesouro da terra. Uma superaventura com Jorginho Amado”. A obra apresenta o trabalho do escritor baiano Jorge Amado de forma lúdica.

Os alunos do EJA serão contemplados com materiais produzidos pelo Ministério da Educação (MEC) para o segmento Educação de Jovens e Adultos (EJA), como a coleção Caderno de EJA: Cultura e Trabalho; Diversidades e Trabalho; Juventude e Trabalho; Meio Ambiente e Trabalho; Qualidade de Vida, Consumo e Trabalho; Segurança e Saúde no Trabalho.

Além da sala de aula
O projeto Defesa Civil nas Escolas também estará presente este ano. Em parceria com a Defesa Civil de Salvador (Codesal), a iniciativa prevê a realização de oficinas e treinamento para professores e alunos, voltados para a educação ambiental (percepção de risco), controle de zoonoses e primeiros socorros. 

De acordo com informações da Secretaria Municipal da Educação, de 2013 a 2018, foram 234 unidades de ensino construídas, reconstruídas ou reformadas, além de uma ampliação de 17,3 mil (2012) para 44 mil vagas da Educação Infantil em seis anos. A Prefeitura de Salvador investiu 27,4% do seu orçamento na Educação em 2018 - pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o mínimo é de 25%.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas