Escolas rurais baianas são selecionadas pelo Criança Esperança

bahia
29.07.2021, 21:26:00
Atualizado: 29.07.2021, 21:44:12
(Divulgação)

Escolas rurais baianas são selecionadas pelo Criança Esperança

Instituições oferecem formação técnica para jovens do Baixo Sul do estado e terão incentivo do programa

Duas escolas da Bahia, que formam jovens empreendedores rurais, serão beneficiadas novamente pelo Criança Esperança, programa campanha nacional de mobilização social, promovido pela Globo, inicialmente em parceria com a UNICEF, em 2022. A Casa Familiar Rural Presidente Tancredo Neves, da cidade de Presidente Tancredo Neves,  e a Casa Familiar Agroflorestal, da cidade de Nilo Peçanha, ambas no Baixo Sul baiano, receberão recursos para ajudar no financiamento do ensino técnico para filhos de agricultores familiares da região, nos cursos de Agropecuária e de Florestas integrados ao Ensino Médio.
 
Com um modelo de ensino adaptado à zona rural, onde os estudantes passam uma semana na escola e duas semanas em suas propriedades e aplicam seus conhecimentos diretamente em seus cultivos, as escolas contam, atualmente, com 245 alunos. 
 
Para Thales Lima, diretor da Casa Familiar Rural Presidente Tancredo Neves, a seleção das escolas reconhece como a metodologia adotada beneficia os jovens que vivem no campo, inclusive durante a pandemia, quando os estudos teóricos foram realizados de forma remota. 
 
“O nosso projeto inova ao oferecer uma educação integral e apoio produtivo, viabilizando que os jovens e suas famílias permaneçam no campo. Nós também fomentamos o incremento de renda, o empoderamento, o protagonismo juvenil e a visão de futuro desses estudantes”, diz. 
 
Nas Casas Familiares, o ensino é contextualizado: as matérias são conectadas ao dia a dia no campo, como nas aulas de Matemática, nas quais os estudantes calculam peso e quantidade de adubos e colheitas. Durante o tempo em casa, os jovens são acompanhados por monitores e compartilham o conhecimento com sua família e comunidade.
 
Para Rita Cardoso, diretora da Casa Familiar Agroflorestal, com a doação, as Casas Familiares poderão fortalecer a formação dos estudantes em 2022.
 
“Os recursos vão para o pagamento de monitores, a alimentação dos jovens, o apoio nas visitas de acompanhamento e os Projetos Educativo-Produtivos [quando os jovens recebem auxílio para implementar seus primeiros cultivos]. Afinal, são essas ações que movem a educação no campo”, conta. 
 
Esta é a segunda vez que a CFAF é contemplada pelo Criança Esperança. Já a Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves foi selecionada pela terceira vez pela campanha.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas