Estudante morre após ser usada como ‘escudo’ por alvo de assassinos na Bahia

bahia
13.04.2021, 16:50:00
Atualizado: 13.04.2021, 16:52:12

Estudante morre após ser usada como ‘escudo’ por alvo de assassinos na Bahia

Maria Vilma, 18 anos, tinha ido buscar dinheiro de rifa quando foi baleada durante atentado em Senhor do Bonfim

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Vilma era aluna do 2º ano do ensino médio (Foto: Reprodução)

A tarde seguia tranquila no distrito de Iguara, em Senhor do Bonfim, quando a estudante Maria Vilma de Castro Silva, de apenas 18 anos, chegou a uma lojinha de peças de moto para buscar o valor de uma rifa. 

O ambiente aparentemente tranquilo na Rua Otávio Mangabeira, zona rural da cidade no centro norte baiano, escondia uma tragédia que iria vitimar a jovem e chocar os moradores da região. 

Segundo relatos de testemunhas, assim que Maria Vilma chegou à loja, no domingo (11), dois homens numa motocicleta pararam em frente ao local. Armados, eles estavam em busca de um homem de prenome Adriano, que localizaram rapidamente. 

Ao perceber que ia ser baleado, Adriano agarrou Maria Vilma, para usá-la como um escudo, e, de acordo com as testemunhas, mesmo sabendo que se tratava de uma inocente, os assassinos efetuaram vários tiros na direção dos dois. 

De acordo com o site Augusto Urgente, a jovem foi atingida em várias partes do corpo, incluindo a cabeça, e veio a óbito no local. Não há informações sobre o paradeiro de Adriano. Os bandidos fugiram do local logo após os disparos.

Até esta terça-feira (13), a polícia ainda não havia prendido nenhum suspeito do atentado. 

No dia do crime, a Polícia Militar esteve no local para registrar a ocorrência e acionou a Polícia Técnica, que removeu o corpo de Maria Vilma para o IML de Senhor do Bonfim. O corpo foi necropsiado e liberado em seguida para a família realizar o sepultamento.

Maria Vilma era estudante do Colégio Estadual Professora Mariana Agostinho de Oliveira, em Igara. A unidade divulgou nota de pesar pela morte da jovem e informou a suspensão de todas as atividades nessa segunda (12).

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O Núcleo Territorial de Educação (NTE-25), com sede em Bonfim, também divulgou nota lamentando a morte da estudante.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas