EUA deportam 30 crianças brasileiras para o Haiti em meio a crise migratória

mundo
28.09.2021, 07:19:00
(Arquivo AFP)

EUA deportam 30 crianças brasileiras para o Haiti em meio a crise migratória

Nascidas no Brasil, elas tentavam entrar nos EUA com os pais haitianos

Trinta crianças brasileiras foram deportadas pelos EUA para o Haiti durante a crise migratória nos últimos dias. A informação é da Organização Internacional para as Migrações (OIM), da Organização das Nações Unidas (ONU), dada à BBC News.

Até agora, a crise levou cerca de 15 mil haitianos à cidade de Del Rio, no Texas, fronteira com o México.

As crianças brasileiras deportadas têm até três anos e estavam com pais haitianos. As famílias saíram do Brasil para atravessar o continente até os EUA. Há pouco mais de uma semana, chegaram à fronteira entre o país e os EUA.

Desde o início da crise, cerca de 3,5 mil pessoas já foram embarcadas em voos para Porto Príncipe, capital do Haiti. 

As crianças brasileiras são consideradas também haitianas no país caribenho, por serem filhas de nativos, mesmo sem documentos para provar a nacionalidade. 

Nascidos no Brasil, os filhos dos haitianos são considerados brasileiros natos, segundo a Constituição Federal. Ao serem deportadas, as crianças tinham somente documentação brasileira.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas