Ex-BBB afirma ter ganhado mais de 36 vezes na loteria: 'Sonhava com números'

em alta
13.05.2020, 17:23:00
Atualizado: 13.05.2020, 17:24:38
(Foto: Reprodução/Instagram)

Ex-BBB afirma ter ganhado mais de 36 vezes na loteria: 'Sonhava com números'

Paulinha Leite disse que recebeu mais um prêmio nesta semana

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ganhar na loteria é um sonho de milhares de pessoas. Mas imagine acertar os números tantas vezes que te faça ficar perdido de quantas foram. Segundo a ex-BBB Paulinha Leite, é isso que acontece com ela. A ex-sister afirmou que já foi premiada em mais de 36 sorteios - foi aí que ela desistiu de fazer as contas. Inclusive, ganhou nesta semana, como contou aos 460 mil seguidores no Instagram.

"Sempre faço muita quadra na Mega-Sena ou então acerto 14 pontos na Lotofácil. Já dei números para os meus seguidores no Instagram por quatro vezes, sugeri quatro jogos diferentes e as pessoas ganharam. Mas nessas quatro vezes não joguei, então não conto como se tivesse ganhado", disse, em entrevista à revista Quem.

"O maior prêmio que ganhei até hoje foi 274 mil reais numa quina que fiz na Mega da Virada. Acho que foi em 2016. Comprei um terreno para investir no setor de imóveis", contou.

De acordo com Paulinha, a ligação com esse universo vem desde a infância. "Eu sonhava com eles, fechava os olhos e via os números. Minha mãe me conta, eu mesma não lembro. Quando fui ficando mais velha, decidi jogar na Mega-Sena e na primeira vez já ganhei a quadra. Então, comecei a pegar esses números que via em placas de carro e sonhava e fui jogando", afirmou à Quem.

A sorte dela, porém, não chega só em loterias. Quando participou do BBB11, Paulinha ganhou um apartamento na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, um carro e uma moto.

"Ganhei todos os prêmios de sorte dentro do reality. Quando saí de lá, no dia seguinte, comprei uma raspadinha e ganhei 10 mil reais. E assim fui acreditando na minha sorte. Acho que tudo também é uma questão de pensamento positivo, acho que tudo aquilo que você fala você atrai (...) Acho que Deus me deu essa sorte. Atribuo também à fé que tenho e à minha capacidade de determinar que vou conseguir uma coisa e conseguir".

De acordo com a ex-sister, as pessoas ficam assustadas com sua sorte nos jogos. 

"Pessoas próximas a mim ficam falando: 'como é que pode?' (risos) Não sei como é que pode, sei que acontece. Mas o que as pessoas não entendem é que todo mundo quer ganhar na loteria, mas nem todo mundo joga. Você só vai ganhar se você jogar", disse. Paulinha, aliás, garantiu: nem sempre a sorte funciona.

"Já joguei várias vezes e não ganhei nada. Mas chama atenção a quantidade que já ganhei. Só que a quantidade que não ganhei também é alta, então acho que a pessoa tem que jogar e acreditar. Eu sou muito daquele ditado: 'se for para ser seu vai ser'. E eu tenho certeza de que ainda vou acertar a Mega-Sena. Vou continuar jogando até conseguir ganhar o prêmio principal".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas