Ex-BBB Arthur diz que está recebendo ameaças de morte: 'Não param'

em alta
10.05.2021, 10:21:00
Atualizado: 10.05.2021, 10:22:56
(Reprodução/Instagram)

Ex-BBB Arthur diz que está recebendo ameaças de morte: 'Não param'

Em rede social, ele recebeu solidariedade de ex-participantes do reality

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ex-BBB Arthur Picoli desabafou nas redes sociais neste final de semana, afirmando que tem recebido ameaças de morte desde que deixou o reality show da Globo. "Mesmo após ter sido eliminado, mesmo após o programa ter terminado, as ameaças de morte não param de chegar. Desanimado com tudo isso. Quem gosta de mim, não faça isso com nenhum outro participante ou qualquer pessoa", escreveu o crossfiteiro.

Outras participantes da edição mandaram apoio para Arthur, descrevendo reações similares. "Sei como é isso, Arthur. O nosso país já passa por tantos problemas e ainda temos que lidar com o ódio das pessoas. Mas temos que focar nas coisas boas que estão por vir. Fique bem!", escreveu Thais. 

A baiana Lumena também prestou solidariedade e disse que é atacada diariamente."Fica bem, Arthur. Não é nada fácil lidar com isso tudo, eu passo pelo mesmo todos os dias, ameaça, xingamentos, diversos tipos de ataque que você possa imaginar. Mas, foque naqueles que te amam e querem sua felicidade!", disse.

A funkeira Pocah, cuja filha sofreu ataques racistas durante o reality, também reagiu. "Fique bem, amigo", escreveu ela. Viih Tube também falou de ataques que tem sofridofora da casa. "Não sou uma pessoa ruim", garantiu, em vídeo publicado no Instagram. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas