Exposição de animais marinhos gigantes atrai crianças e adultos em Salvador

salvador
21.09.2021, 06:00:00
Garotinho, com as mãos na cabeça, observa Mosassauro de cima do colo do pai (Foto: Paula Fróes/CORREIO)

Exposição de animais marinhos gigantes atrai crianças e adultos em Salvador

Mostra é gratuita e fica na Praça Central do Salvador Shopping até o dia 15 de outubro

A vendedora Larissa Silva tirou a tarde de folga no trabalho para levar a pequena Rafaelle, 5 aninhos, para fazer o seu primeiro RG. E quase todo o arranjo que ela fez para deixar o dia livre foi literalmente por água abaixo, porque assim que entraram no shopping rumo ao SAC, caíram no fundo do mar. Sem exagero. 

É que nesta segunda-feira (20) o Salvador Shopping inaugurou a exposição Internacional Mundo Marinho, composta por robôs que reproduzem uma gama de animais marinhos com tamanho, sons e movimentos. Por sorte, Larissa e Rafaella chegaram cedinho ao shopping, aí deu tempo da pequena curtir os cinco peixões instalados na praça central.

“Já vi logo que se a gente chegasse atrasada essa menina ia dar um show para ver isso aqui”, disse Larissa, rindo, enquanto a pequena posava para foto.
 

Robôs gigantes também chamaram atenção dos mais velhos 

(Foto: Paula Fróes/CORREIO)

A mostra é aberta ao público e pode ser visitada gratuitamente no piso L1 até 15 de outubro. O acervo é composto por modelos como baleias, golfinho, tubarão e polvo gigante. As réplicas são robotizadas, emitindo sons e realizando movimentos característicos de cada espécie, proporcionando ‘verdadeiro mergulho’ ao universo do fundo do mar. 

Outro aspecto peculiar são as dimensões das esculturas. Muitas espécies são apresentadas em tamanhos reais, como o tubarão baleia com 10 metros de comprimento. Outros animais, que na natureza são bem pequenos, como os peixes ornamentais, são retratados com 2 a 3 metros. 

Quem fez muito sucesso com a molecada (e muitos pararam para ver) foi o peixinho cirurgião patela, que inspirou a personagem Dory, da franquia de animação Procurando Nemo.

Dory gigante é um dos peixes queridinhos da exposição
Dory gigante é um dos peixes queridinhos da exposição (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Noah Nhadaber, 5, foi um dos que parou para uma fotinha com a Dory gigantesca. Mas ele gostou mesmo foi da baleia Orca, alegando que era o peixe mais legal da exposição.

Pai de Noah, Boaz Nhadaber elogiou a ação, que serviu como uma prévia para o passeio que fará com o pequeno durante a semana: vão até o Projeto Tamar, em Praia do Forte, no litoral norte baiano.

"Vou ver a tartaruga gigante!", exclamou Noah. Por sua vez, Boaz apontou que a iniciativa pode despertar a curiosidade dos pequenos para temas como a preservação da natureza.

"É uma maneira lúdica de mostrar isso tudo e pode abrir um universo gigantesco na cabecinha deles. É um entretenimento cultural, importante que exista", disse Boaz.

Boaz e Noah posam para foto na exposição 

(Foto: Vinícius Nascimento/CORREIO)

O projeto foi desenvolvido por biólogos marinhos para que as características de cada espécie fossem respeitadas. Já os engenheiros e artistas plásticos chineses ficaram responsáveis por executar as representações dos animais.

A família Do Carmo aprovou a similaridade, principalmente por prender a atenção do pequeno Abner, de 1 ano e 10 meses. Quem mais chamou atenção do pequeno foi o lagarto marinho Mosassauro. De nome científico Mosasauridae, ele é um animal pré-histórico que pesava cinco toneladas e media entre 15 e 18 metros de comprimento. Era o grandalhão da turma.

Michele, mãe do garoto, classificou a iniciativa como louvável por dar noção à garotada e até para adultos de como são esses animais. “Desperta a curiosidade, dá vontade de procurar sobre outros animais e acho que é importante que tanto crianças quanto adultos se interessem por essas coisas da natureza”.

Família Do Carmo parou para ver a exposição após os robôs chamarem atenção do pequeno Abner, de 1 ano e 10 meses 

(Foto: Vinícius Nascimento/CORREIO)

Gerente de marketing do Salvador Shopping, Marianna Muniz afirmou que a ação já faz parte das comemorações ao Dia das Crianças, que acontece no próximo dia 12 de outubro. São permitidas 20 pessoas dentro do ambiente por vez e o controle é feito por funcionários do shopping.

"É uma amostra gratuita e muito interessante, esperamos receber milhares de famílias gradualmente, com controle de fluxo, apostando no distanciamento entre pessoas. Tudo foi pensado para não acontecer aglomeração e tomando cuidado com medidas de biossegurança", afirmou a gerente.

Quem ficar com um gostinho de quero mais pode visitar a exposição da Fundação Projeto Tamar, que também está disponível no Salvador. O público vai conhecer mais sobre as tartarugas, as ameaças que enfrentam e o que o Projeto Tamar, há mais de 40 anos, faz para protegê-las. No piso L1, em frente à loja BMart, os visitantes podem descobrir como fazer parte da conservação marinha.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas