'Faltou um pouco de atenção', diz Gregore após derrota no Peru

e.c. bahia
29.10.2020, 23:53:00
Atualizado: 30.10.2020, 16:55:26
Gregore marca Joel Sánchez no jogo entre Bahia e Melgar, estádio Nacional de Lima (Staff Images/Conmebol)

'Faltou um pouco de atenção', diz Gregore após derrota no Peru

Bahia fez jogo fraco e foi superado pelo Melgar pela Sul-Americana

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A expectativa gerada para o jogo de ida do Bahia na segunda fase da Copa Sul-Americana passou longe da realidade observada em campo no duelo contra o Melgar, na noite desta quinta-feira (29), no estádio Nacional de Lima, no Peru. Depois de um primeiro tempo travado, o tricolor viu os peruanos abrirem vantagem na disputa com um gol contra marcado por Nino Paraíba e perdeu por 1x0.

Na visão do volante Gregore, faltou atenção ao time durante a partida. Mesmo assim, o capitão acredita que o elenco tem condições de reverter o cenário em casa e sair classificado para as oitavas de final do torneio internacional.

“Faltou um pouco de atenção. A gente já sabia do contra-ataque deles, que era um ponto forte", disse Gregore. “Podemos melhorar mais, jogar melhor. Espero em Salvador a gente reverter”, continuou.

Com a derrota, o Bahia precisa vencer o Melgar por dois gols de diferença na próxima quinta-feira (5), às 21h30, na Fonte Nova. Em caso de triunfo por 1x0, a decisão da vaga será nos pênaltis. Qualquer outra vitória por um gol de diferença classifica o time peruano porque o gol marcado como visitante é critério de desempate.

Antes da segunda partida pela Sul-Americana, o Esquadrão tem compromisso pelo Brasileirão. No domingo (1º), visita o Santos, às 18h15, na Vila Belmiro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas