Feira: Nestlé vai abrir 140 postos de trabalho com ampliação de linha de produção

bahia
14.08.2019, 15:04:00
Atualizado: 14.08.2019, 19:53:52

Feira: Nestlé vai abrir 140 postos de trabalho com ampliação de linha de produção

Grupo vai investir R$ 45 milhões em Feira; unidade de Itabuna será fechada 

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Nestlé Brasil está investindo R$ 45 milhões em Feira de Santana para instalar três novas linhas de produção de Nescau Pronto para Beber (RTD). Com tecnologia mais moderna, os equipamentos operam em alta velocidade e terão capacidade para produzir até 75 mil toneladas/ano, além de oferecem flexibilidade para formatos diferenciados, de 150 ml até 350 ml. As novas máquinas estarão em funcionamento a partir do primeiro semestre de 2020 e abrirão em torno de 140 postos de trabalho.

Com esta decisão, as atividades em Feira de Santana serão ampliadas e o site industrial absorverá as operações hoje realizadas na fábrica de Itabuna. A medida está sendo tomada para aumentar a eficiência e a competitividade da empresa no estado a partir da transformação da unidade de Feira em um forte hub de produção e distribuição de produtos para as regiões Nordeste e Norte do país.

No local, também está instalado um centro de distribuição que possui 36 mil posições de armazenamento com alto nível de ocupação. Além de Nescau Pronto para Beber (RTD), a fábrica é responsável pela produção e/ou envase de itens nas categorias leite em pó, achocolatado em pó, culinários, cereais infantis e família, com marcas como Ninho, Molico, Nescafé e Maggi.

Desde sua inauguração, em 2010, a fábrica de Feira já recebeu investimentos de R$ 264 milhões. No estado, foram aplicados cerca de R$ 333 milhões no mesmo período. “A Bahia é muito importante para os negócios da Nestlé Brasil. Estamos presentes desde os anos 1960 no estado e vamos continuar investindo consistentemente para ampliar ainda mais nossas operações na região e a consequente relevância nos lares brasileiros”, afirmou Marcelo Melchior, presidente da Nestlé no Brasil. 

Transferência de funcionários
Já a partir deste mês, equipes multidisciplinares da Nestlé iniciarão o trabalho de transição da operação de Itabuna para Feira de Santana. A empresa vai oferecer a todos os funcionários que hoje estão em Itabuna a possibilidade de migrar para a fábrica de Feira a partir de 2020. A empresa informou que, para apoiá-los na tomada de decisão, será organizado um programa de visitas dos colaboradores alocados em Itabuna e de seus familiares à cidade de Feira de Santana para que conheçam as instalações e a cidade. 

Em Feira de Santana, a Nestlé tem colaboradores oriundos de 65 municípios baianos e cerca de 70% deles residem na própria cidade. Na Bahia, são mais de 900 profissionais diretos e indiretos. Já para a unidade de Itabuna a Nestlé contratou parceiro especializado para prospectar potenciais interessados na aquisição do site.

Até meados do ano que vem, a fábrica vai operar normalmente as linhas de produção de Nescau Pronto para Beber (RTD), inclusive com a reativação de mais uma linha do produto para atender a demanda, principalmente nas regiões Nordeste e Norte.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas