Filômetro registra média de 50 mil acessos por dia

coronavírus
08.03.2021, 05:59:00
Atualizado: 19.03.2021, 22:53:14

Filômetro registra média de 50 mil acessos por dia

Atualizada em tempo real, ferramenta ajuda a evitar filas nos pontos de vacinação em Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Muita gente passou pelo sufoco de enfrentar longas filas que chegaram à 3 km de congestionamento para conseguir se vacinar, desde que a campanha de imunização contra o coronavírus começou em Salvador - isso,  até ser lançada no final da última semana, o Filômetro. Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a ferramenta mostra em tempo real a intensidade das filas nos pontos de drive-thru e nos pontos fixos de imunização.

Após o lançamento na quinta-feira (04), a plataforma já registra uma média de 50 mil acessos por dia. Na sexta-feira e no sábado, até o início da manhã de domingo, o Filômetro chegou a somar mais de 81 mil acessos.

“O Filômetro deu uma equilibrada no sistema. Muita gente ia se vacinar os locais mais tradicionais, como o 5º Centro, por exemplo, e agora vai ter acesso a informações sobre qual ponto de vacinação está melhor em termos de fila”, pontua o secretário municipal de Saúde, Leo Prates.

Ainda de acordo com secretário, a ferramenta foi criada depois das queixas e dos congestionamentos provocados pelo tamanho das filas, sobretudo, com relação ao tempo de espera pelos idosos para tomarem a dose da vacina. “A imprensa criticou a questão das filas e então conversamos sobre alternativas de como poderíamos mostrar para as pessoas o comportamento das filas nesses locais. Como já tínhamos o Vacinômetro, foi daí que surgiu a ideia de se criar o Filômetro”, completa.

Alívio para a aposentada Iêda Terezinha Val, que completa 80 anos no próximo mês. Na quinta-feira, ela chegou a acordar cedo já pensando na maratona que enfrentaria para tomar a 1ª dose da vacina. “Sabendo que, com certeza, enfrentaríamos uma fila, minha mãe ficou indisposta e acabei desistindo de levá-la. No dia seguinte, uma amiga olhou o Filômetro e me ligou dizendo que em Ondina estava vazio e ainda se ofereceu para levar a gente. Chegamos lá em dez minutos e não tinha ninguém sendo atendido. Todas as baias estavam esperando o pessoal chegar”, conta a jornalista e filha de Dona Iêda, Queila Val.

A segunda dose está agendada para o dia 2 de abril. “O Filômetro nos ajudou muito. Passei o link para outras pessoas de idade . Agora, estou 50% aliviada. Minha mãe tem comorbidades e problemas de mobilidade também. Por isso, precisamos ir ao médico toda semana e fazer exames frequentemente. Só ficarei mais tranquila depois da segunda dose e depois que meu pai também tomar a vacina dele, já que ele é quatro anos mais novo que ela”. 

Como funciona
A plataforma pode ser acessada por meio do site  www.filometro.saude.salvador.ba.gov.br, que mostra todos os pontos de imunização que estão em operação naquele momento, assim como vai atualizando qual a densidade da fila,  tanto nos drives como nos pontos fixos, se o local está sem fila, pouca fila ou intenso. O Filômetro também informa qual o grupo que está sendo atendido naquele determinado local.

Ontem (07), 2.146 pessoas haviam se vacinado até às 13h. De acordo com as informações do Filômetro, durante a manhã de domingo,  a média geral - tanto para o drive quanto para os pontos fixos - era de ‘poucas filas’, porém, alguns pontos chegaram a apresentar o status ‘sem filas’.

Entre os que locais de vacinação que estavam sem filas, a ferramenta apontou  o 5º Centro de Saúde, Clementino Fraga, Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos), Centro de Convenções e a Vila Militar. Já locais como a Unijorge, Arena Fonte Nova e o Paf da Ufba (Ondina) apresentaram poucas filas.

Nesta segunda-feira (08), a campanha retoma a vacinação de idosos com mais de 78 anos e de trabalhadores da área de saúde cadastrados. No total, 12 drive-thrus e 16 pontos fixos estão disponíveis para oferta da primeira e segunda dose do imunizante na capital. Em Salvador, todos os postos vão funcionar das 08 às 17 horas.

É necessário apresentar documento oficial com foto. A SMS orienta ainda que no caso dos idosos, a vacinação acontece no período da manhã, entre 08h e 12h, para os nascidos entre janeiro e julho de 1942. No período da tarde, entre 12h e 17h, podem buscar as unidades os idosos que nasceram entre agosto de 1942 e 08 de março de 1943.

Antes de se dirigir a um dos pontos de vacinação é importante verificar se o nome do idoso está habilitado a receber a dose. A lista está disponível no www.saude.salvador.ba.gov.br. Se o nome não estiver lá, é preciso fazer o recadastramento em  recadastramento.saude.salvador.ba.gov.br. Trabalhadores da área de saúde que vão receber a 1ª dose devem confirmar o nome na lista também disponível no site da SMS. Idosos e profissionais que vão receber a 2ª dose, basta conferir a data de retorno no site e no cartão de vacina.

Balanço
Salvador tem, no total, 163.105 pessoas que tomaram a 1ª dose da vacina contra o coronavírus (101%). Desses, 50.820 já foram imunizados com a 2ª dose (65%).  Na capital baiana, 70% são homens e 30%, mulheres. Seis em cada 10 trabalhadores de saúde (65%) tomaram a vacina. Até o momento, 35% dos idosos da faixa etária que integra a fase inicial da campanha foram imunizados. Os dados são do Vacinômetro da SMS, com atualizações até a tarde desse domingo.

“A campanha está bastante difícil. Salvador tem capacidade para imunizar mais gente, a logística da Sesab-BA é muito eficiente, porém, nós ficamos frustrados por conta da distribuição e do planejamento de entrega do Governo Federal, além do fracionamento das doses. Essa coisa de vim uma parte e depois outra, atrasa todo o processo”, pontua o secretário da SMS, Leo Prates.

Ele destaca ainda que não há previsão para que um novo grupo seja priorizado pela campanha de vacinação. “Já vacinamos mais de 5% da população e por mais que a prefeitura tenha buscado outras alternativas para adquirir as vacinas, esse trânsito está muito complicado. Por isso, não dá para prever quando começa a vacinação de outro grupo.  A gente vai seguir na luta para concluir essa primeira fase”, completa. 


1ª DOSE PARA IDOSOS 78 ANOS OU MAIS / 2ª DOSE PARA IDOSOS 

Drivers
. Universidade Federal da Bahia – Campus Ondina
. Arena Fonte Nova
. Atacadão Akarejo – Fazenda Coutos
. 5ª Centro de Saúde 
. Parque de Exposições
. Fundacao Bahiana para Desenvolvimento das Ciências– Cabula
. Vila Militar - Escola Militar - Dendezeiros 

Pontos Fixos
. USF Vista Alegre
. UBS Nelson Piauhy Dourado (Águas Claras)
. USF Resgate
. USF Federação
. USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas)
. USF Plataforma
. USF Cajazeiras X
. 5º Centro (Barris)
. Vila Militar - Escola Militar - Dendezeiros


1ª DOSE PARA TRABALHADORES DA SAÚDE

Drives
. Fundação Bahiana para Desenvolvimento das Ciências– Brotas
. Universidade Católica de Salvador – Campus Pituaçu

Pontos fixos
. Fundação Bahiana para Desenvolvimento das Ciências– Brotas
. Universidade Católica de Salvador – Campus Pituaçu


2ª DOSE TRABALHADORES DA SAÚDE 

Drivers
. Unijorge – Campus Paralela 
. USF San Martim III
. Centro de Convenções

Pontos Fixos
. USF Eduardo Mamede (Mussurunga)
. UBS Castelo Branco 
. USF Colinas de Periperi
. CSU Pernambués 
. Unijorge – Campus Paralela 

Vacina Express
Os idosos com 78 anos ou mais também poderão fazer o agendamento da vacinação domiciliar através do Vacina Express (vacinaexpress.saude.salvador.ba.gov.br). São ofertadas por dia 150 vagas, preferencialmente, para idosos acamados ou com dificuldade de locomoção. Vale lembrar que aqueles idosos que foram imunizados em casa não precisam fazer novo registro na plataforma digital. O retorno da equipe de saúde será feito automaticamente de acordo com a data de reforço programada no sistema.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas