Gato 'traficante' é preso tentando entrar em presídio com drogas

em alta
19.04.2021, 11:15:41
Atualizado: 19.04.2021, 11:17:49
(Foto: Reprodução)

Gato 'traficante' é preso tentando entrar em presídio com drogas

Felino estava com cocaína, crack e maconha

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os detentos de uma prisão no Panamá, junto com seus comparsas do "lado de fora", encontraram uma nova maneira de levar drogas para o presídio: gatos. Eles amarram a 'mercadoria' no felino, que despista a segurança e consegue burlar os muros.

Só que um desses "gatos do tráfico" foi interceptado na última sexta-feira (16) por agentes penintenciários. O pet estava em frente a prisão Nueva Esperanza com drogas amarradas em um pano informa a agência France Presse.

"O animal tinha um pano amarrado no pescoço" que continha pacotes embrulhados de pó branco, folhas e "matéria vegetal", disse Andrés Gutierrez, chefe do Sistema Penitenciário do Panamá. Eram provavelmente cocaína, crack e maconha, emenda um outro agente penitenciário.

Esta não é a primeira tentativa de crime usando animal. Prisioneiros usam comida para atrair animais para eles, depois que eles são carregados com drogas por pessoas de fora e soltos nas cercanias do presídio.

Um promotor abriu uma investigação sobre o uso de animais para o contrabando de substâncias ilegais para o Presídio Nueva Esperanza.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas