Geninho projeta 'jogo do fico' contra o CRB: 'É a oportunidade'

e.c. vitória
11.11.2019, 13:33:00
Atualizado: 11.11.2019, 14:31:15
Geninho confia que o Vitória irá acabar com o fantasma do rebaixamento diante do CRB, no Barradão (Letícia Martins/EC Vitória)

Geninho projeta 'jogo do fico' contra o CRB: 'É a oportunidade'

Vitória vai em busca da permanência na Série B já nesta rodada; partida é terça (12), no Barradão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Contratado há menos de dois meses, Geninho está a um jogo de alcançar seu objetivo. Se vencer a partida contra o CRB, terça-feira (12), às 19h15, no Barradão, o Vitória praticamente garantirá a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro. 

"Eu acho que sim. Eu acho que alguns resultados fizeram com que aquele número mágico dos 45 recuasse um pouco. Tem gente já falando até em 42 ou 43. Se nós conseguirmos uma vitória, nós atingimos 44 e acho que 44 vai nos dar a certeza de já ter atingido o objetivo", calculou Geninho. "Espero que a gente não deixe passar essa oportunidade. Ela surgiu até antes do que esperávamos e temos que aproveitar. Não podemos transferir uma situação que podemos resolver", prega.

O Vitória é o 13º colocado, com 41 pontos, a seis da zona de rebaixamento. Se vencer o jogo, pode até confirmar matematicamente a permanência já nesta 35ª rodada, desde que o Figueirense perca da Ponte Preta como visitante e que, na quarta-feira, o Vila Nova no máximo empate em casa com o Guarani.

Com 50 pontos e em 7º lugar, o CRB ainda tem chance de subir à Série A e o treinador rubro-negro acredita que isso aumentará o grau de dificuldade da partida. "Temos que ter a consciência da dificuldade do jogo. O CRB vai jogar aqui uma cartada decisiva. Temos que tomar muito cuidado", alerta.  

Apesar disso, Geninho confia que o Vitória terá condições de controlar a ansiedade e se manter concentrado para vencer no Barradão. "O time tem que ter a consciência de que vem produzindo um bom futebol. O time adotou um espírito de Série B e está jogando realmente como um time que quer atingir esse objetivo. Está se impondo, marcando forte e agredindo o adversário. Acho que nós temos que manter esse nível". 

O Leão terá quatro reforços contra o CRB. Chiquinho, Capa e Wesley estão recuperados de contusão e o zagueiro Everton Sena retorna de suspensão.

"Muito bom nessa reta final você ter todo mundo. Eu ainda não defini o time. A volta do Sena, dentro de um critério, é praticamente certa. Ele vinha muito bem, tomou um cartão, saiu, e tem quase um direito de retorno. Apesar de achar que Zé (Ivaldo) fez uma partida muito boa, que o credencia até a uma titularidade, um jogador que se impõe, fala, até com a sua experiência ajudou bastante", elogia Geninho.

"O resto da equipe vou analisar bem, porque essa equipe veio muito bem nos últimos dois jogos. Os jogadores que estão atuando estão rendendo bem. Vamos com um pouquinho de calma para definir, mas é muito bom ter mais opções à disposição", comemora.

A principal dúvida é sobre a manutenção de Eron ou a escalação de Wesley. "Eu vou conversar com Wesley para saber como ele está se sentindo. Ele fez um trabalho de recuperação, mas foi curto, não foi muito longo. Uma lesão boba, mas tem que tomar um pouco de cuidado. Trabalhou normalmente hoje, não sentiu. Vamos ver. Hoje eu tenho Eron em bom momento. Se não puder Wesley, mantenho Eron e vou estar tranquilo dentro daquilo que pode render. Vamos com calma ver como a gente encaixa, mas basicamente eu devo manter a equipe que vem jogando", projeta o treinador rubro-negro.

Geninho revelou que o atacante Jordy Caicedo não treinou nesta segunda-feira (11) porque ainda sente dor no púbis. "Ele nem treinou hoje. Fez um treino mais forte ontem e sentiu. Foi querer exagerar no treinamento, fez um treino um pouco mais forte, se largou um pouquinho mais no trieno e hoje não conseguiu treinar. Enquanto não terminar o campeonato ele vai conviver com dores e algumas limitações. A faixa ideal de jogo do Jordy é de 20 minutos para que ele possa nos ajudar". 

Apesar disso, Caicedo foi relacionado e ficará como opção no banco de reservas. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas