Governo prorroga decreto que proíbe shows e aulas presenciais na Bahia até 14 de março

bahia
26.02.2021, 23:17:41
(Arquivo Correio)

Governo prorroga decreto que proíbe shows e aulas presenciais na Bahia até 14 de março

Decreto venceria no próximo domingo. Nesta sexta-feira, estado bateu recorde de mortes na pandemia e também iniciou um lockdown parcial até segunda-feira

No dia em que a Bahia bateu o recorde de mortes por covid-19 desde o início da pandemia, com 137 óbitos, e que começa a valer a o lockdown parcial em todo estado, o Governo do Estado anunciou a prorrogação do decreto que proíbe shows e aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. 

A determinação agora vai até 14 de março. O decreto nº 19.586 venceria no próximo domingo (28). A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (27).

Com isso, segue proibido a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

Anteriormente, o decreto permitia cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. No entanto, com o lockdown em vigor até a manhã de segunda (1), todas essas atividades estão proibidas.

Também estão suspensos, até segunda-feira (1), outros tipos de eventos e atividades, independentemente do número de participantes e horário, que envolvam aglomerações, como, atividades religiosas, bem como aulas em academias de dança e ginástica.

Além disso, estão proibidas atividades esportivas coletivas amadoras, já as práticas individuais estão permitidas desde que não gerem aglomerações. Na publicação, o governo deve definir quando essas atividades serão liberadas.

O decreto nº 19.586 também suspende as atividades de recadastramento de servidores inativos e pensionistas que fazem aniversário nos meses de janeiro, fevereiro e março. A suspensão do recadastramento tem como principal objetivo preservar idosos e pessoas em grupos de risco, mais vulneráveis ao novo coronavírus, evitando o deslocamento a uma unidade da Rede SAC para validar seus dados cadastrais junto à Previdência Estadual.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas