Grupo se aglomera em lagoa de Camaçari durante live do Harmonia do Samba

coronavírus
06.07.2020, 21:10:00
Atualizado: 06.07.2020, 21:49:07

Grupo se aglomera em lagoa de Camaçari durante live do Harmonia do Samba

Pessoas utilizaram caiaques e boias para acessar lagoa e acompanhar de perto show que a banda transmitiu pela internet

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

(Foto: Reprodução)

Um grupo de pessoas se aglomerou em lagoa da cidade de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, no domingo (5), para acompanhar de perto a live Samba e Harmonia, que a a banda Harmonia do Samba realizou em um condomínio.

Nas imagens da live, que foi transmitida ao vivo do Parque Interlagos, foi possível ver a aglomeração de pessoas em caiaques e boias, na lagoa localizada ao lado do palco onde Xanddy cantava.

(Reprodução)

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram a aglomeração ao redor do espaço. Algumas pessoas foram para água, para ficar mais perto de Xanddy.

Em nota enviada ao CORREIO, a assessoria de comunicação da banda informou que não imaginava que as pessoas teriam esse tipo de comportamento, no momento em que a Bahia chegou a mais de 2 mil mortes em decorrência dacovid-19.

“Realizamos a live com equipe reduzida e todas as medidas cabíveis de proteção com a equipe de trabalho e protocolo de não aglomeração foram tomadas pela banda. Escolhemos um local afastado, sem grande movimentação. A live foi realizada em uma casa que fica em no condômino de Interlagos. E, mesmo a casa dando acesso a um lago que os residentes do condômino podem circular com kaiaques e etc, não imaginávamos que os moradores iam sair de suas casas, por vontade própria, em plena pandemia. Não temos como nos responsabilizar pelo comportamento das pessoas que não fazem parte da equipe. É questão da consciência de cada um”, diz a nota da banda.

Em postagem feita no perfil oficial da banda nas redes sociais, logo após a live, alguns fãs reclamaram da aglomeração e debateram a situação.

Nesta segunda-feira (6), através do Instagram Stories, o vocalista Xanddy também se pronunciou:

"Aproveito para esclarecer uma questão que aconteceu e já saiu em alguns perfis e portais que é sobre os vizinhos, condôminos, que foram assistir a live do lago (...). Essa casa foi escolhida no condomínio de Interlagos pela disposição da estrutura dela e porque ela tinha o visual do lago. Nós não imaginávamos que os moradores iriam sair de suas casas para assistir dali a live. É importante frisar que a nossa live, assim como outras, estão sendo feitas pras pessoas assistirem de casa. Não é pra sair. Nem eu e nem minha equipe iriamos imaginar que acontecer isso. Dentro da casa que alugamos, nós seguimos todas as normas com base em todas orientações que vocês já sabem. Até um túnel de esterialização nós fizemos, nossa banda e equipe foi reduzida. O lago é uma área comum, mas não sabíamos que as pessoas iriam prali de certa forma arriscar suas vidas e a dos próximos. Fica aqui meu esclarecimento em nome de toda a Harmonia (...). Nosso trabalho foi feito pra entreter quem tá em casa, pra ajudar a arrecadar doações. Vocês conhecem o Harmonia, conhecem a minha forma de pensar. Eu procuro ser sempre responsável nas minhas decisões, na minha forma de pensar (...). Eu fico preocupado com uma série de coisas. Eu não concordo com algo assim. (...) Vamos tomar mais cuidado, vamos nos cuidar".

De acordo com a Secretaria de Saúde do estado (Sesab), Camaçari já teve quase 2 mil casos de coronavírus. A cidade está sob toque de recolher, decretado no último fim de semana como estratégia para combater o crescimento do número de infectados na região.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas