Hospital de campanha do Wet'n Wild é desativado

salvador
20.11.2020, 11:13:00
Atualizado: 20.11.2020, 21:29:05
(Arisson Marinho/CORREIO)

Hospital de campanha do Wet'n Wild é desativado

Pacientes que estavam no local foram transferidos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O hospital de Campanha do Wet’n Wild, em Salvador, foi desativado nesta sexta-feira (20). Três pacientes ainda estavam internados no local. Dois dos enfermos foram transferidos para o Hospital Sagrada Família e um foi encaminhado para o Memorial.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a decisão de fechar o espaço, aberto em maio para tratamento exclusivo de pacientes infectados com a covid-19, foi a queda na taxa de ocupação de leitos em Salvador. A tenta Wet'n Wild 1 já tinha sido desativada em 15 de outubro. 

Apesar de não ter mais pacientes no local, a SMS informou que a estrutura não será desmontada de imediato, para que o hospital volte a funcionar caso haja necessidade. Hoje, o espaço conta com cerca de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 80 de enfermaria.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o hospital de campanha recebeu 1.440 pacientes com coronavírus. Destes, 998 doentes ficaram internados na tenda Wet'n Wild 1, enquanto 442 enfermos foram hospitaliazados na tenda Paralela 2.

Dos intrenados na tenda Wet'n Wild 1, se curaram 657 pacientes e 219 morreram. Na Paralela 2, foram 320 curados e 55 óbitos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas