Idealizador do app Monitora Covid-19, Fábio Guimarães morre vítima da doença

brasil
11.08.2020, 21:33:00
Atualizado: 11.08.2020, 21:33:44

Idealizador do app Monitora Covid-19, Fábio Guimarães morre vítima da doença

Pesquisador paraibano era diretor de tecnologia da empresa Novetech

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O pesquisador paraibano Fábio Tadeu Alcantara Guimarães, idealizador do aplicativo Monitora Covid-19, desenvolvido em parceria entre o Governo da Bahia e o Consórcio Nordeste, morreu em decorrência de complicações da doença.

O falecimento foi informado pelo neurocientista e um dos coordenadores do Comitê Científico do consórcio, Miguel Nicolelis, nesta terça-feira, 11. Informação em nota de pesar diz que a morte ocorreu no último sábado, 8. 

Fábio era diretor de tecnologia da empresa Novetech, empresa de TI paraibana focada em atividades na área da saúde

Fábio era diretor de tecnologia da empresa Novetech, empresa de TI paraibana focada em atividades na área da saúde (Foto: Reprodução)

Conforme Nicolelis, Fábio Guimarães "esteve na dianteira do fronte de combate" ao coronavírus desde o início da pandemia. "Graças a ele muitas vidas foram salvas no Nordeste. Aos familiares, toda nossa solidariedade", escreveu o cientista no Twitter. Fábio era diretor de tecnologia da empresa Novetech, empresa de TI da Paraíba focada em atividades na área da saúde.

Nota de pesar diz que a morte foi uma "perda, também, para o Sistema Único de Saúde". "Fábio idealizou e desenvolveu o aplicativo Monitora Covid-19, que tanto tem apoiado as pessoas, os governos e a sociedade, em geral, no enfrentamento dessa grave crise de saúde pública".

Na ferramenta, os usuários conseguem informar se estão com sintomas de gripe e outros sintomas de infecção da Covid-19, além de poder acessar informações sobre o novo coronavírus e receber acompanhamento de médicos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas