Idosos também enfrentam longas filas para votar em Salvador

salvador
07.10.2018, 14:29:00
Atualizado: 07.10.2018, 14:30:01
Idosos enfrentam longas filas no Pavilhão de Aulas do Canela (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Idosos também enfrentam longas filas para votar em Salvador

No Pavilhão de Aulas do Canela, muitos eleitores reclamaram da falta de organização nas seções

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O primeiro turno das eleições 2018 está sendo marcado por longas filas nas seções eleitorais. A demora para votar está afetando também os idosos. No Pavilhão de Aulas do Canela, na Universidade Federal da Bahia, em Salvador, muitos eleitores reclamaram da desorganização, o que obrigou pessoas idosas a encarar filas desde às 8h.

Acompanhe o dia de eleições em tempo real 

Revoltado com a situação, o aposentado Edvaldo Nonato, de 63 anos, disse que a vontade era dar as costas e não votar. "Isso é uma humilhação, tenho mais de uma hora de espera sem sequer poder sentar para aguardar", desabafou Edvaldo, salientando que acompanha a esposa doente.

Idosos aguardam para votar neste domingo (7), em Salvador (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Com uma postura parecida, Vera Maria Lemos, 64, disse que, ao fazer a biometria, foi transferida para uma seção especial, onde, em tese, a votação seria mais rápida. "Já presenciei pessoas passando na nossa frente sem explicação alguma. Quero o que é direito", completou.

A aposentada Edna de Souza, 64, também penou para conseguir votar. Com joelho inchado, ela precisou aguardar mais de uma hora para votar. Em alguns colégios eleitorais, há relatos também de falta de acessibilidade, o que dificulta a vida do eleitor com necessidades especiais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas